Na sua 5ª edição, a conferência relembra sua jornada propondo discussões sobre as tendências do futuro, de 17 a 20/11

She’sTech Conference, maior evento de Mulheres na Tecnologia do Brasil, será realizado entre os dias 17 e 20 de novembro. Além de contar com a participação de grandes nomes femininos da tecnologia que irão apresentar e discutir temas urgentes ligados à carreira, inovação, mercado, criatividade, diversidade e educação, o evento será 100% online, transmitido via YouTube e redes sociais. As inscrições podem ser feitas, gratuitamente, pelo site www.shestech.org/.

A edição 2021 será global e receberá Sharron McPherson, diretora fundadora do consórcio Women in Infrastructure Development & Energy (WINDE), o maior grupo de mulheres em investimentos de impacto social da África, e outras 150 palestrantes e mentoras. Os conteúdos serão divididos entre palestras, painéis, workshops e salas de mentorias, e o público poderá interagir por meio de ferramentas como o Zoom e Discord.

Canecas Personalizadas

O evento, cujas inscrições são gratuitas, visa promover o empoderamento econômico feminino, inspirar, engajar e capacitar mulheres que já atuam ou que pretendem atuar na área de tecnologia. Incluindo estudantes que estão escolhendo suas profissões ou pessoas interessadas em uma transição de carreira. Participantes e empresas que quiserem apoiar o movimento também encontrarão maneiras de fazê-lo durante ou após o evento por meio do site.

“Existem barreiras invisíveis que afastam as mulheres da tecnologia, desde a infância até a vida profissional. Trabalhamos para quebrar essas barreiras que, desde cedo, influenciam para que as mulheres sequer se sintam convidadas a entrar para o setor”, explica Ciranda de Morais, CEO e fundadora da She’sTech.

Como funciona a She’s Tech Conference

Serão quatro arenas, nas quais estarão disponíveis conteúdos sobre Analytics e Big Data, Blockchain, Carreira, Cultura Maker, Design UX/UI, Diversidade e Inclusão, Empreendedorismo e Inovação, Gestão e Negócios, IA, Machine Learning e Deep Learning, Internet das Coisas, Lógica de Programação, Marketing Digital, Metodologias (Scrum, Agile, DesignThinking), Cibersegurança, Startups, Sustentabilidade e Transformação Digital.

A idealizadora e CEO da She’s Tech, Ciranda de Morais, é a criadora da Teoria das Portas de Vidro, sobre as barreiras invisíveis que afastam as mulheres da Tecnologia, que é a base de todo o trabalho do movimento desde 2017. Sua tese já foi apresentada em mais de 20 cidades no Brasil e em duas missões no Vale do Silício, pode ser conhecida pelo TEDx As Portas de Vidro: mulheres e tecnologia, que está disponível no Youtube. A partir de sua percepção sobre o número reduzido de mulheres na área, ela buscou criar o movimento que já impactou direta e indiretamente mais de 1,8 milhão de pessoas e centenas de empresas e instituições em torno do assunto.

“O mercado oferece muitas vagas. A nossa missão é conseguir fortalecer a presença de cada vez mais profissionais mulheres em um setor que cresce a cada ano, que tem bons salários e ótimas oportunidades, contribuindo para os objetivos 5 e 8 de desenvolvimento sustentável da ONU da agenda de 2030”, explica Ciranda de Morais.

Desafios das mulheres no mercado de tecnologia

Conforme levantamento da GeekHunter, startup especializada em recrutar profissionais de TI, somente em 2020 houve um crescimento de 310% na oferta de vagas na área de tecnologia. Além disso, o Banco Nacional de Empregos (BNE), verificou que, em comparação com 2020, houve crescimento de mais de 46% na oferta de vagas no setor.

Porém, as mulheres enfrentam desafios para ocupar essas vagas, por haver menos incentivo para que elas ingressem nesse mercado e mesmo para que se qualifiquem na área, as chamadas “Portas de Vidro”. Ciranda de Morais explica que, para equiparar as diferenças econômicas entre homens e mulheres, é preciso corrigir essas distorções, uma das missões da She’s Tech. De acordo com o levantamento feito pelo Fórum Econômico Mundial, serão necessários mais de 130 anos para equiparar as condições econômicas de homens e mulheres.

“Essa é uma pauta urgente. As empresas mais valiosas do mundo são empresas de base tecnológica. O caminho é longo, mas já estamos traçando soluções e colecionando grandes conquistas. Quanto maior o número de mulheres inspiradas e impactadas, maior será a chance de aumentarmos a presença feminina nesse espaço”, finaliza a CEO.

Nas últimas quatro edições da She’s Tech, a conferência trouxe grandes nomes internacionais como Lady Mariéme Jamme fundadora do IAmTheCODE e da Spotone Global Solutions; Drª Yvonne Cagle, cientista e astronauta da NASA; Dra. Dorcas Muthoni, cientista da computação e integrante do Internet Hall of Fame; Mary Spio, head da CEEK VR, engenheira espacial; Dra. Laxmi Parida

Master Inventor no Computational Genomics no IBM Thomas J. Watson Research Center, entre outros nomes de destaque nacional.

Serviço:

She’s Tech Conference 2021

Ondeshestech.org – 100% online

Data: De 17 a 20 de novembro

Mais informações: Inscrições gratuitas pelo site www.shestech.org/.

Matéria anteriorCOP26: mais de mil empresas se comprometem com metas de reduzir emissões, alinhadas com limite de aumento da temperatura em 1.5°C no mundo
Próxima matériaProjeto Gôndola B apresenta produtos e conceitos sobre consumo consciente para brasileiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezenove − 11 =