Em sua 2ª edição, o evento trará temas relevantes para o desenvolvimento do setor, como a implementação do Novo Marco Legal do Saneamento na prática

Os novos desafios e perspectivas da indústria brasileira de saneamento e recuperação energética estarão presentes na 2ª edição do Fórum de Saneamento e Recuperação Energética, que será realizado no dia 26 de abril, entre 9h e 18h, em São Paulo, chancelado pela IFAT, feira líder mundial de tecnologias ambientais. Lembrando que a entrada é gratuita.

Destinado a companhias públicas e privadas de saneamento, institutos, universidades associações, órgãos públicos, instituições financeiras e empresas de engenharia, o evento visa apoiar o desenvolvimento do mercado nacional com foco no Novo Marco do Saneamento e a Recuperação Energética de Resíduos.

Canecas Personalizadas

Traremos para o público debates, entrevista e painéis com especialistas nacionais e internacionais sobre a implementação do Novo Marco Legal do Saneamento na prática, os desafios encontrados pela indústria, os projetos em estudo e execução, além de como a recuperação energética no país se encaixa nesse processo”, explica Rolf Pickert, CEO da Messe Muenchen do Brasil, empresa realizadora do evento.

Para Yuri Schmitke, presidente da Abren, o evento é uma excelente oportunidade para discutir três condições estruturantes criadas por meio do Marco Legal do Saneamento. “O novo marco regulatório do saneamento cria uma boa estrutura para consolidarmos a recuperação energética em todo país. O debate é essencial para que possamos evoluir em relação a esse tema”, explica o executivo, que irá participar do último painel “Recuperação Energética de resíduos sólidos urbanos: Waste-to-Energy”.

Programação – No período da manhã serão abordados temas como “Consequências da não comprovação da capacidade econômico-financeira dos operadores de saneamento”, que terá a participação de Pedro Maranhão – Secretário Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional; bem como o painel “Leilões de saneamento de 2022: o que esperar, a consolidação do novo marco legal e as eleições”, com presença de Luana Siewert Pretto – CEO do Instituto Trata Brasil; e “Equipamentos com mais eficiência e menos gastos e como atender a demanda do mercado”, com presença confirmada de Estela Testa – CEO da Pieralisi Américas e Presidente do Sindesam da Abimaq.

À tarde, serão debatidos a “Qualidade das soluções e equipamentos: os impactos do Capex e Opex aos investimentos de longo prazo”, com Gilson Cassini Afonso – Sócio-Fundador da Nordic Water Brasil e Vice-Presidente do Sindesam da Abimaq; “A importância da capacitação no desenvolvimento do saneamento do Brasil”, com presença de Newton Lima Azevedo – Presidente da Hydrus do Brasil e membro do conselho do International Water Bank; a “Recuperação energética de resíduos sólidos no setor de saneamento e indústria: Biogás, CDR (Combustível Derivado de Resíduos) e Gaseificação”, com participação de Francisco Leme – CEO da W4 Resources e Vice-presidente do conselho deliberativo da Abren; além de “Recuperação energética de resíduos sólidos urbanos: Waste-to-Energy”, com presença de Yuri Schmitke, Presidente da Abren e do Wtert Brasil.

Lembrando que as inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo site do evento Fórum de Saneamento e Recuperação Energética.

Matéria anteriorPesquisa inédita mostra mais oportunidades para mulheres na Construção Civil
Próxima matériaPrograma vai conectar 400 adolescentes brasileiras com a tecnologia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quinze + 16 =