Matera atua nos pilares de ESG há mais de 10 anos

 

Canecas Personalizadas

Os impactos que o ser humano provoca ao planeta estão cada vez mais evidentes. A poluição, por exemplo, é apenas um desses exemplos. Apesar da pandemia de coronavírus e a imposição do isolamento social, o nível de CO2 na atmosfera em maio atingiu um recorde histórico desde que começou a ser medido há 63 anos por um observatório no Havaí. Segundo a Agência Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) dos Estados Unidos, a concentração de CO2 ultrapassou a marca de 419 partes por milhão (ppm).

Felizmente, as questões ambientais, sociais e de governança passaram a ser consideradas essenciais nas análises de riscos e nas decisões de investimentos, chamando a atenção do mercado empresarial. De acordo com um relatório da PwC, até 2025, 57% dos ativos de fundos mútuos na Europa estarão em fundos que consideram os critérios ESG.

Matera, empresa que desenvolve tecnologia para mercado financeiro, fintechs e gestão de risco, é a mais nova signatária do Pacto Global das Organizações das Nações Unidas (ONU) e foi aprovada graças às práticas de ESG que vem desenvolvendo ao longo de cerca de 10 anos. “A atuação da Matera nos pilares do ESG vem se consolidando dia após dia, e estamos num momento em que sentimos que evoluímos bastante, nos levando a um patamar de tornar cada vez mais público e transparente o nosso compromisso com a construção de um mundo sustentável. Por isso, nos tornamos signatários do Pacto Global da ONU, nos comprometendo a atuar estrategicamente com a agenda 2030 dos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), tendo a intenção de engajar nossos stakeholders e somar esforços em redes de parceiros, os quais compactuem dos mesmos valores, e estejam em busca deste objetivo em comum”, comenta a gerente administrativa e sustentabilidade corporativa da Matera, Denise Castilho.

Criado há mais de 20 anos, o Pacto Global foi idealizado pelo ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan e tem como objetivo que as empresas alinhem suas estratégias de operações a 10 princípios universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção.

Mais do que um compromisso com o meio ambiente, os integrantes do Pacto Global assumem a responsabilidade de contribuir para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Entre eles estão a erradicação da pobreza, educação de qualidade, igualdade de gênero e redução de desigualdades. A Rede Brasil do Pacto Global é a terceira maior rede do mundo, com mais de 1.100 membros. Em 2015, eram menos de 500 participantes.

 

Matéria anteriorCampos de Jordão ganha nova estação de recarga de carros elétricos
Próxima matériaSesi-SP e Senai-SP abrem a Campanha do Agasalho 2021 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 − 8 =