*Por Helder Ferrão, Gerente de Marketing de Indústrias da Akamai Technologies para América Latina

Relacionar internet e sustentabilidade pode parecer simples. Em geral, a associação se relaciona ao fato de que a internet transformou em formato eletrônico documentos, cartas, relatórios, materiais de comunicação e divulgação em geral; CDs e DVDs raramente são utilizados, fotos e vídeos agora existem quase que exclusivamente em plataformas digitais e muitos outros objetos, até então físicos, caíram em desuso e passaram a existir de forma virtual na vida da maioria das pessoas.

Esse raciocínio não está errado, mas abrange somente uma parte da ampla relação entre internet e sustentabilidade. Na verdade, essa relação vai muito além da otimização de arquivos físicos, e tem trazido benefícios significativos à humanidade, principalmente em um momento em que a reorganização do uso dos recursos ambientais é urgente.

Internet e sustentabilidade?

Para utilizarmos a internet, existe uma enorme engrenagem que envolve várias questões a serem pensadas. Espaços físicos para seu armazenamento e uso de gadgets, fornecimento de energia para seu funcionamento e carregamento, materiais usados na fabricação dos aparelhos e seus acessórios e como e onde será feito o descarte de tais materiais; em suma, há toda uma cadeia produtiva por trás da internet. A facilidade de acesso que está ao nosso alcance carrega consigo toda essa complexidade e traz desafios para todos que vivem na era da informação.

Quando falamos em internet, a  facilidade de divulgação e, consequentemente, conscientização do público é inegável. Nos tempos atuais, somos constantemente abastecidos com informações vindas de todos os lados, seja pelos portais de comunicação, buscadores, redes sociais ou aplicativos de conversas, e estamos a poucos cliques do conhecimento. Governos, empresas privadas e do terceiro setor conseguem com a ajuda dessa comunicação instantânea pôr em prática ações sustentáveis e angariar apoio e recursos para o desenvolvimento de planos abrangentes e efetivos.

Assim, a sustentabilidade empresarial tem ganhado relevância nos últimos anos por meio de iniciativas governamentais e privadas. As organizações, independentemente do seu setor de atividade, estão percebendo que se não contribuírem para um mundo mais sustentável, poderão ser prejudicadas e, consequentemente, afetar a todos que são impactados por elas de alguma forma. A princípio, esse movimento tem sido encabeçado pelas maiores empresas, que obtêm mais recursos e impacto na sociedade, mas aos poucos vem se estendendo para empresas de todos os portes.

Empresas de qualquer setor, seja de produto ou serviço, podem repensar seu modelo de negócio e implementar ações sustentáveis, e um bom exemplo disso é a própria Akamai Technologies. Atuamos em um mercado estritamente ligado à internet e, desde 2015, temos implantado iniciativas sustentáveis, inclusive prestando contas à sociedade através do relatório anual de sustentabilidade, recentemente disponibilizado ao público para detalhar os progressos feitos no ano passado.

Em 2021 demos um passo importante e que segue uma tendência da sustentabilidade empresarial nos últimos tempos, a criação de um escritório ESG (sigla em inglês que traduzida significa ambiental, social e governança) para desenvolver e executar estratégias de sustentabilidade coesas e sistêmicas na organização à nível global. Até 2030, planejamos inaugurar uma plataforma alimentada 100% por energia renovável, além de mitigar em 100% as emissões de gases efeito estufa das nossas plataformas e atingir surpreendentes 170 instalações de data centers renováveis.

A conectividade que a internet proporciona às pessoas abriu espaço para a geração de ideias inovadoras e o compartilhamento de informações com um número muito maior de pessoas. Evoluções tecnológicas e o progresso da sociedade podem coexistir com a preservação ambiental, social e econômica, respeitando os pilares da sustentabilidade.

Matéria anteriorDesenvolvimento sustentável da sociedade e da economia depende da transformação digital, diz estudo
Próxima matériaCertificação AQUA-HQE abre portas para crédito imobiliário verde do Banco Mundial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × 3 =