Apesar da sustentabilidade ocupar um lugar central nas estratégias de negócios, um recente estudo do IBM Institute for Business Value (IBV) revelou que 72% das empresas possuem uma meta de emissões de carbono líquido zero, mas para muitas dessas organizações existe uma lacuna entre definir metas de sustentabilidade ambiental e tomar medidas para realizá-las.

O novo estudo, feito com quase 2.000 executivos em 32 países em indústrias orientadas para a manufatura, mostra que as organizações estão priorizando a sustentabilidade, mas também enfrentando desafios na execução de suas estratégias.

Canecas Personalizadas

Aqui estão os principais resultados na América Latina:

  • A sustentabilidade assumirá um maior destaque nos próximos 3 anos:
    • 59% das organizações pesquisadas veem a sustentabilidade ambiental como uma de suas principais prioridades no futuro, em comparação com 38% que já mencionam como prioridade hoje.
    • Somente 49% das que veem a sustentabilidade como uma prioridade conseguem alcançar suas metas ambientais.
  • Há uma lacuna entre intenção e ação em tornar os negócios sustentáveis:
    • 86% das organizações pesquisadas na região possuem uma estratégia de sustentabilidade como uma de suas prioridades.
    • No entanto, somente 37% das empresas na América Latina tomaram ações para atingir seus objetivos ambientais.
  • O custo do impacto ambiental é um obstáculo:
    • Até 7 entre 10 empresas na região antecipam que o custo das mudanças ambientais impacte negativamente seus negócios, enquanto apenas 1% considera tais mudanças como uma oportunidade positiva para seus negócios.
  • Soluções de tecnologia podem ajudar a promover a sustentabilidade:
    • Mais da metade das organizações pesquisadas na América Latina veem a IoT (56%), os dispositivos móveis (52%) e a nuvem híbrida (50%) são importantes para promover seus objetivos de sustentabilidade.
    • 70% dos executivos em todo o mundo considerados pioneiros no mercado estão usando a nuvem híbrida para promover seus objetivos de sustentabilidade.
  • Os maiores obstáculos para o avanço dos objetivos de sustentabilidade são claros para as empresas:
  • Executivos na região destacam dificuldades como barreiras tecnológicas (35%), resistência do cliente (33%), barreiras regulamentares (31%) e falta de dados/ informação (29%).
  • Além disso, a restruturação da cadeia de suprimentos (55%), perda de competitividade no preço (52%) e maiores custos operacionais (51%) são as principais preocupações dos executivos.

A sustentabilidade está pronta para definir uma nova agenda corporativa e recalibrar o relacionamento entre negócios e sociedade. Ao adotar tecnologias como a nuvem híbrida e a inteligência artificial, empresas podem começar a dar o primeiro passo em direção a acelerar a transformação digital que ajudará a alinhar seus objetivos de sustentabilidade às suas estratégias de negócio.

Matéria anteriorEmpreendimento sustentável usa concreto verde na construção
Próxima matériaMulheres lideram 31% dos conselhos de empresas globais, aponta índice

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze + 5 =