Para colocar a reciclagem no dia a dia do consumidor e impulsionar a economia circular do país, a Unilever, por meio da marca OMO, vai instalar 85 pontos de coleta de embalagens na cidade de São Paulo até o fim deste ano. Com planos de expansão para outros estados do Brasil, o projeto é realizado em parceria com a startup Molécoola e gera pontos a cada embalagem que o cliente levar que podem ser trocados por produtos ou descontos em compras.

Cada estação tem o potencial de coletar cerca de 10 toneladas de resíduos por mês. Com as 85 estações na capital, conforme evoluir o recebimento de resíduos com a adesão do público, o objetivo é receber cerca de 10 mil toneladas por ano de embalagens para reciclagem.

Canecas Personalizadas

“A Unilever está presente em dez de cada dez casas brasileiras, o que nos traz uma grande responsabilidade. Ao impulsionarmos essa grande iniciativa de reciclagem, vamos dar a oportunidade de o consumidor contribuir com o ciclo das embalagens de forma prática e ainda reverter em economia para o bolso dele”, explica Ricardo Zuccollo, vice-presidente da Unilever. “Na Unilever colocamos o tripé da sustentabilidade no centro da estratégia de negócios. Acreditamos que as organizações precisam olhar para dentro, buscar melhorias e isso passa pela sensibilização dos consumidores, pois se cada um de nós fizer escolhas conscientes, podemos, sim, fazer a diferença”, complementa Zuccollo.

“OMO acredita que a escolha por produtos que atendem as necessidades dos consumidores deve vir acompanhada de impacto positivo no meio ambiente. Como uma das marcas mais queridas e presentes na maioria dos lares brasileiros, OMO se torna uma grande plataforma para ajudar as pessoas a adotarem hábitos mais sustentáveis no dia a dia”, afirma Eduardo Campanella, vice-presidente de marketing da Unilever.

A partir deste mês, já estão em funcionamento nove estações em unidades do supermercado Extra nos bairros Jaguaré, Jardim São Luís (João Dias), Raposo Tavares, Ipiranga (Ricardo Jafet), Interlagos, Aeroporto, Itaim Bibi, Morumbi e Bela Vista (Brigadeiro). A Unilever instalará estações em outras redes varejistas que também integram o projeto: Supermercado COOP, Carrefour, D’Avó, St. Marche, Makro e Sonda.

Como participar

Para participar, o consumidor tem de se cadastrar no site https://www.molecoola.eco ou no aplicativo Molécoola e entregar seus materiais recicláveis em qualquer uma das estações. As embalagens devem estar limpas e separadas por categoria – plástico, papel e papelão, vidro, metal e outros. Elas serão pesadas e os pontos correspondentes são creditados imediatamente na conta do cliente, que pode resgatar os produtos ou benefícios diretamente na estação de troca.

Como exemplo das pontuações, um quilo de garrafas PET verde, PET cristal ou azul garantem 1.300 pontos. Engajada com a causa, para acelerar este ciclo, as embalagens de OMO líquido estão com pontuação turbinada, cada garrafa equivale a mil pontos. Levando três unidades para reciclar, por exemplo, o cliente pode trocar por outros produtos ou receber 20% de desconto na compra de refeições em locais predeterminados.

Praticidade e economia para o consumidor participar da agenda sustentável

A Unilever quer fomentar e ampliar a rede de reciclagem do Brasil, colocando o consumidor como parceiro importante e central para alcançar esse objetivo ao oferecer ainda mais facilidade. “O conceito que adotamos na Molécoola acaba com o ciclo ‘separar os resíduos de qualquer jeito e não saber o que vem depois’. Nosso objetivo é trazer a educação ambiental para o dia a dia do consumidor, para que ele avance na jornada de se tornar mais consciente sobre as decisões de compra e, em contrapartida, terá a certeza de que os recicláveis terão destino 100% correto por conta da cadeia de valor integrada por trás”, disse Rodrigo Roessler, fundador da Molécoola.

Além dessa trajetória de sustentabilidade, o cliente ainda é recompensado com a troca dos pontos por produtos da Unilever, que segue empenhada em dar esse importante impulso para os consumidores se engajarem na reciclagem.

Matéria anteriorMapeamento analisa mais de 370 negócios de impacto social; do total, 62% são liderados por mulheres
Próxima matériaGrupo do setor químico apresenta Reserva de Mata Atlântica em São Bernardo do Campo (SP)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × três =