Com as temperaturas mais altas do ano, agora que o verão chegou, pequenas ações do dia a dia são o primeiro passo para criar uma mentalidade sustentável e restaurar o ecossistema no Brasil e no mundo. O ano de 2022 apresenta uma grande oportunidade de repensar conceitos, mudar hábitos e contribuir para um futuro voltado à preservação do meio ambiente, à geração de energia limpa e à frequente busca de soluções menos poluentes e danosas, tanto na rotina doméstica quanto no trabalho.

Hoje, a principal questão em todo mundo é conseguir uma energia que não comprometa a saúde do planeta, mas também não impeça o surgimento de novos processos e tecnologias capazes de manter a economia girando, sem danos ao clima ou à natureza.

Canecas Personalizadas

Empresa presente em 18 estados e conectada a 27 distribuidoras, a SOL se dedica à democratização, por meio de custos mais acessíveis, da geração e do uso de energia sustentável no Brasil. É a única que oferece e viabiliza todos os tipos de solução de energia fotovoltaica, com impactos positivos ao meio ambiente.

A SOL selecionou onze tendências e dicas que podem colaborar na construção de ações mais sustentáveis no novo ano.

1 – Deixar o carro na garagem é um bom começo. A dica é priorizar o transporte público ou o uso de bicicletas. Além de fazer bem à saúde, permite sobras no orçamento doméstico e evita geração de CO2 e horas perdidas no trânsito. Organizar rodízio de caronas entre vizinhos também gera resultados positivos.

2 – Reduza a geração de lixo, principalmente de objetos plásticos, alumínio e outros itens poluentes e de alta toxidade.

3 – Separar o lixo para coleta seletiva. Crie um espaço para uma horta em casa, mesmo que pequena, e use os resíduos para fazer compostagem. Torna a alimentação mais saudável e reduz custos no fim do mês com supermercado/feira.

4 – Reduzir o consumo de água. Se for chuveiro elétrico, evite aquecer a água desnecessariamente no verão. Não lave carro ou calçada com mangueira. Quando não estiver enxaguando, lembre-se de fechar a torneira durante o banho ou lavando louça. Juntar grande número de peças de roupa para usar a máquina de lavar também é aconselhável. A diferença na conta de luz, principalmente nos períodos de bandeira vermelha, pode ser grande.

5 – Sempre que possível, deve-se coletar água da chuva. Com ela, dá para lavar áreas e calçadas, por exemplo.

6 – Desligue as luzes nos cômodos que não tiver ninguém, evite deixar eletrodomésticos ou eletroeletrônicos ligados sem necessidade. Se for viajar, tire todos os aparelhos da tomada.

7 – Dê preferência a produtos orgânicos e que sejam comercializados por produtores locais. Antes de pensarmos na saúde do planeta, é recomendável cuidar da própria saúde, que começa por uma alimentação diversificada e saudável.

8 – Repensar hábitos de consumo. A pergunta é: “Será que realmente preciso comprar isso?”. Vale para moda, decoração e para comida. Desperdício não é legal.

9 – Pequenas mudanças de comportamento podem fazer muita diferença. Levar a própria sacola para as compras, usar uma garrafa, caneta ou xícara próprias, em casa e no escritório, evita o uso de material descartável.

10 – Não jogue fio dental, lenços umedecidos, cotonetes e absorventes íntimos nos vasos sanitários. Isso vale para alimentar e óleo de cozinha na pia.

11 – Informe-se sobre os produtos que está adquirindo. Perceba se eles têm selos de baixo gasto de energia. E, claro, procure saber sobre energia solar. Esse tipo de energia sustentável é muito mais acessível do que se imagina.

 

Matéria anteriorConsumo consciente é tendência para 2022
Próxima matériaFundação lança Guia Prático de Finanças Sustentáveis

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

vinte + 4 =