Projeto é uma parceria do Connected Smart Cities e Mobilidade Estadão 

Um levantamento criterioso é o responsável por apontar as 100 empresas mais influentes em mobilidade urbana no ano de 2021. O trabalho é uma parceria realizada entre o Connected Smart Cities e a vertical de Mobilidade do Estadão, que divulga, com exclusividade no impresso e digital, na próxima quarta-feira, 26, o resultado final do projeto.

 

Canecas Personalizadas

O Projeto

O projeto iniciou com 288 companhias selecionadas, que atuam no setor de mobilidade no Brasil. Depois, 30 profissionais da área foram convidados a votar nas empresas mais influentes. As 288 companhias selecionadas foram divididas em oito segmentos e 241 delas receberam ao menos um voto dos jurados.

Os especialistas puderam indicar empresas em três categorias, levando em consideração a inovação; práticas de ESG e as ações positivas realizadas durante a pandemia da Covid-19. As 10 mais votadas foram:

  • ADDAX
  • BEEPBEEP MOBILIDADE;
  • BLABLACAR;
  • CALOI;
  • CCR;
  • E-MOOVING;
  • LEV E MOBILIDADE;
  • METRÔ-SP;
  • MERCEDES-BENZ E
  • TEMBICI

 

Jurados

Profissionais renomados do setor de mobilidade foram convidados para eleger as 100 empresas mais influentes em mobilidade urbana no Brasil. Alguns dos jurados fazem parte de organizações que apoiam o Connected Smart Cities.

Saiba quem foram os especialistas convidados:

Alejandra Devecchi – Gerente de Planejamento Urbano da Ramboll;

Antonio Edson Souza Meira Júnior – Presidente da ABRAMET — Associação Brasileira de Medicina de Tráfego;

Carol Padilha – Fundadora da Ong Carona a Pé;

Clarisse Cunha Linke – Diretora Executiva no ITDP Brasil – Instituto de Políticas de Transporte & Desenvolvimento;

Daniel Guth – Diretor Executivo da Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike);

Edgar Barassa – Fundador da Barassa & Cruz Consulting nas áreas de mobilidade elétrica, energias renováveis e tecnologias emergentes de baixo carbono;

Eduardo Peixoto – Chief Design Officer do CESAR – Centro de Inovação;

Eleonora Pazos – Head of Latin American Officce na UITP – Associação Internacional do Transporte Público;

Emilio Matsumura – Diretor Executivo do Instituto E+ Transição Energética;

Fernando Rabelo – Gerente Executivo da BrasilLab;

Gustavo Partezanni – Fundador da URBR – Estratégias Urbanas;

Janayna Bhering – Gerente de Negócios e Parcerias na FUNDEP – Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa;

João Oliveira – Presidente da ABEIFA – Associação Brasileira de Empresas Importadores e Fabricantes de Veículos Automotores;

Juliana DeCastro – Pesquisadora da Academia e Coordenadora de Planejamento Urbano na Planett e Tembici;

Lilian Frazão – Founder & CEO da Quero Pedalar Brasil;

Luis Fernando Villaça Meyer – Diretor de Operações do Instituto Cordial;

Marcel Martin – Program Oficcer do ICS – Instituto Clima e Sociedade;

Myriam Tschiptschin – Gerente do Núcleo de Smart Cities da CTE;

Paulo Miguel Júnior – Presidente da ABLA – Associação Brasileira de Locação de Automóveis;

Renata Falzoni – Jornalista, Fundadora do Night Biker’s Club do Brasil, clube pioneiro de ciclistas urbanos noturnos no Brasil;

Roberta Marchesi – Diretora Executiva na ANPTrilhos – Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos;

Roberta Hessmann Knopki – Assessora Técnica na GIZ – Profissionais para Energias do Futuro;

Rodrigo Tortoriello – Sócio-Fundador da RT2 – Consultoria Ltda.

Rogério Markiewicz – Presidente da ABRAVEI — Associação Brasileira dos Proprietários de Veículos Elétricos Inovadores;

Sérgio Avelleda – Coordenador do Laboratório Arq. Cidades do Futuro no Núcleo de Mobilidade Urbana do Laboratório de Cidades do Insper Arq. Futuro;

Sergio Sgobbi – Diretor de Relações Institucionais e Governamentais na Brasscom;

Tatiana Cortese – Pesquisadora do IEA-USP – Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo;

Victor Callil – Coordenador de Pesquisas no CEBRAP – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento;

Vitor Magnani – Presidente da Associação Brasileira Online to Offline (ABO2O);

Zeno Nadal – Coordenador MBI no SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial.

Parque da Mobilidade Urbana 

O levantamento das 100 empresas + Influentes é uma das ações que compõem o Parque da Mobilidade Urbana, que será realizado entre os dias 23 a 25 de junho, na “esquina da América Latina em São Paulo”, o conjunto arquitetônico do Memorial da América Latina, na Barra Funda. O evento, que reafirma a parceria do Connected Smart Cities com o Mobilidade Estadão, vai proporcionar a discussão das garantias de deslocamento das pessoas nas cidades de forma sustentável e equitativa.

Parque da Mobilidade Urbana  (PMU) vai promover o encontro do ecossistema apresentando conteúdos, entrevistas, vídeos e demais ações realizadas durante o ano de 2021, pela plataforma Connected Smart Cities e o Mobilidade Estadão. Mais que um evento, o PMU vai compartilhar experiências, engajar discussões e realizar ações concretas que serão desenvolvidas de forma colaborativa com diversos parceiros.

Live de apresentação 

Na próxima quarta-feira, 26, às 11h, será apresentada uma live, exibida no canal Estadão Mobilidade do You Tube e nas mídias sociais do Estadão (Facebook, Linkedin e Twitter), além do portal Mobilidade Estadão, para apresentar todo o processo de levantamento do projeto das 100 empresas mais influentes em mobilidade urbana no Brasil. Acompanhe!

Serviço:

100 empresas mais influentes em mobilidade urbana no Brasil

Live de apresentação: 26/01/2022

Publicação: Caderno Mobilidade Estadão (impresso e digital)

Quando: 26/01/2022

Matéria anteriorFavela Mundo abre inscrições para 950 vagas em oficinas gratuitas, no Rio
Próxima matériaDiálogo sobre o dia da visibilidade trans e travesti dia 29/1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois + 17 =