As crianças e jovens moradores da Cidade de Deus, Caju e Acari já podem se matricular em atividades artísticas gratuitas. O projeto Favela Mundo abrirá inscrições para 950 vagas nos cursos de teatro, hip-hop, musicalização infantil, violão, jazz e danças brasileiras. O foco são crianças e adolescentes de dois anos a 18 anos e o único pré-requisito é estarem estudando. As aulas seguirão todas as recomendações para a prevenção da COVID-19, incluindo uso obrigatório de máscaras, distanciamento entre alunos e distribuição de álcool em gel. O projeto já beneficiou quase 7 mil crianças e adolescentes nos últimos 11 anos.

“Estamos muito felizes em estarmos simultaneamente em três grandes comunidades da cidade em 2022. Esperamos estimular as crianças e jovens a voltarem a estudar, uma vez que a pandemia fez com que os números da evasão escolar aumentassem muito. Estamos chegando com diversas atividades no contraturno e sempre com o foco no estímulo ao estudo e no desenvolvimento das potencialidades de nossos alunos, aponta Marcello Andriotti, fundador da ONG Favela Mundo, homônima ao projeto. “Em 11 anos de atividades verificamos a melhora no desempenho escolar nas comunidades por onde passamos. Unir a educação e a cultura sempre foi nosso maior ideal e precisamos unir forças para que essa geração não tenha seu desenvolvimento comprometido, por conta da paralisação causada pela pandemia”, complementa.

O projeto é patrocinado pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, ICTSIRIO, LAMSA, MetrôRio, com apoio do Instituto Invepar.

 

11 anos de sucesso da favela mundo

A ONG Favela Mundo tem muito o que comemorar em seus 11 anos, completados em setembro: a organização não governamental é a única no país a ser reconhecida pela ONU como “Modelo de Inclusão Social nas Grandes Cidades”. O reconhecimento ocorreu no evento World Cities Day, em Nova York. Além deste, a Favela Mundo já esteve representando o Brasil em outros nove eventos no exterior, sendo três desses na Organização das Nações Unidas.

Já beneficiou mais de 11 mil pessoas, cerca de 7 mil alunos foram de crianças a partir de 2 anos, participantes de oficinas do projeto homônimo: Favela Mundo, enquanto 4 mil foram capacitados pelo A Arte Gerando Renda, com oficinas voltadas para jovens e adultos a partir de 15 anos, com o foco em profissionalização artística para o mundo do carnaval e da estética.

 

Serviço

Favela Mundo abre 950 vagas para crianças e jovens de três comunidades.
Para se inscrever em uma das oficinas é necessário estar matriculado em uma escola.

Caju — Rua General Sampaio, 74 fundos. Na Associação A Arte Salva Vidas.

Cidade de Deus — Rua Moisés s/n. No EDI Senhora Perciliana de Alvarenga.

Acari — Avenida Professor Sá Lessa, 300 — EM Daniel Piza.

Conheça mais sobre a ONG, clique aqui ou (021) 2236-4129.

Previous articleAs novas regras do capitalismo para uma gestão sustentável
Next article100 empresas mais influentes em mobilidade urbana são eleitas em levantamento exclusivo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

19 + sete =