Iniciativa aumentará a cobertura florestal na bacia com o objetivo de recuperar matas ciliares de rios e nascentes

Por meio do projeto Plantar Vida, a Ypê, empresa 100% brasileira e uma das maiores fabricantes de produtos de higiene e limpeza do país, com o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), serão reflorestadas áreas prioritárias que compõem parte da Bacia do Rio Camanducaia para a recuperação das nascentes e aumento da oferta de água.

A Bacia do Rio Camanducaia abrange cerca de 1.000 km², integra 11 municípios e é responsável pelo abastecimento de, aproximadamente, 300 mil habitantes. O Plantar Vida tem o potencial de aumentar a biodiversidade na região e a possibilidade de sequestro de carbono visando a diminuição de riscos climáticos.

Canecas Personalizadas

Na primeira fase do projeto serão avaliadas, dentro de uma área de 670 km², as áreas com déficit de mata nativa, sobretudo aquelas que ficam próximas às nascentes e aos rios e que precisam ser restauradas. As ações de plantio devem começar no segundo semestre de 2022.

O projeto também busca a mobilização e participação de produtores locais para o desenvolvimento da agricultura sustentável na Bacia do Rio Camanducaia e o engajamento de outros parceiros do poder público e privado da região. Em breve, encontros para diálogos e trocas de experiências serão propostas a fim de engajar a comunidade para trabalhar em conjunto.

“Somente com a responsabilidade compartilhada é que teremos êxito no cuidado com o nosso planeta. Queremos plantar árvores nativas para que as nascentes de nossa região voltem a brotar água e para que nosso ecossistema possa ser recuperado, apesar das adversidades, porque água também é vida”, explica o presidente executivo da Ypê, Waldir Beira Júnior.

A Bacia do Rio Camanducaia integra a Bacia dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ). O Rio Camanducaia nasce no município de Toledo (MG) e tem sua foz no rio Jaguari, no município de Jaguariúna (SP). Os municípios de Toledo e Extrema, em Minas Gerais, e de Pedra Bela, Amparo, Monte Alegre do Sul, Pinhalzinho, Pedreira, Tuiuti, Santo Antonio de Posse, Holambra e Jaguariúna, em São Paulo, fazem parte desta Bacia.

“Hoje estamos vivendo uma seca histórica em diversas regiões do Brasil, e isso está diretamente ligado à alteração do uso do solo e desmatamento. O Projeto Plantar Vida é um exemplo de ação que teremos que fazer daqui para frente se quisermos garantir água para as futuras gerações”, afirma Leonardo Sobral, Gerente Florestal do Imaflora.

 

Matéria anteriorCadeia de reciclagem do vidro é adotada por empresa em MS
Próxima matériaEscolas de Barueri recebem cinematecas gratuitas com acervo multicultural para crianças

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois × dois =