Início Notícias Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente 2021 são anunciados

Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente 2021 são anunciados

Escolas públicas e particulares participaram da iniciativa, que teve quatro categorias e projetos voltados para o combate ao descarte inadequado do lixo

O Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente 2021, que premia projetos que abordem a conscientização sobre a geração de lixo e que façam relação do desperdício com a pobreza e a fome, revelou seus vencedores nacionais. A 29ª edição abordou o tema Meio Ambiente e Ciência: O Desafio do Lixo, como podemos ser mais sustentáveis? Este ano, o prêmio teve bastante adesão do público escolar e todo o seu processo, desde inscrição à apresentação e premiação foi realizada de forma on-line

Nos primeiros lugares estão os projetos:

Canecas Personalizadas
  • categoria Cientista Mirim I – Reaproveitamento do lixo orgânico e o papel da compostagem, da Escola Municipal Regina Vital, de Feira de Santa/BA;
  • categoria Cientista Mirim II, Lixo Eletrônico: oficina empreendedor e consciente, da Escola Municipal Profª Dulcídia Rivaben, de Iracemápolis/SP;
  • categoria Cientista Jovem I, Práticas Ecológicas no território rural de Jaíba: criando estratégias para a destinação adequada dos resíduos sólidos, da Escola Cívico Militar Quinze de Novembro, de Feira de Santana/BA;
  • categoria Cientista Jovem II, O lixo e sua ampla relação com o meio ambiente, da Escola Municipal Santo Dumont, de Sabará/MG.

Todos os anos, a iniciativa visa propor uma temática ambiental que converse com o público escolar. Neste ano, foram 4.000 alunos inscritos nos projetos com trabalhos que abordaram temas como: estratégias de redução de produção de lixo doméstico; transformação do lixo em arte com geração de renda para pessoas carentes; estratégias de mobilização via redes sociais; recuperação de áreas ambientais degradadas, entre outras soluções. O projeto também foi realizado com filhos de empregados da ArcelorMittal e Belgo Bekaert e cerca de 450 crianças participaram, de maneira remota, de várias atividades que propunham a elaboração de brinquedos a partir de materiais recicláveis.

Segundo Herik Marques, diretor-superintendente da Fundação ArcelorMittal, a escolha do tema sempre é pensada com o intuito de estimular a criatividade e a mobilização dos estudantes. “Este ano, vimos vários projetos que possibilitam que todos pensem em alternativas que nos ajudem a tornar o mundo melhor e mais sustentável. Essa é a grande temática sob a qual estamos sempre alinhados”, reflete.

O objetivo do projeto é contribuir para a formação de um time de cientistas-mirins que possam integrar os projetos que levam em conta a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Para além da temática, a premiação é um incentivo à reflexão com relação ao desperdício, sobretudo de alimentos, que poderiam amenizar a fome de muitas pessoas. “Buscamos estimular os estudantes a pensarem como disseminar o cuidado e a conscientização sobre a geração de lixo em suas comunidades”, aponta Marques.

História do Prêmio

 

O Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente é realizado em parceria com as Secretarias Municipais e Estaduais de Educação e de Meio Ambiente. O projeto promove a capacitação de professores, faz a distribuição de kits educativos e reconhece os melhores trabalhos desenvolvidos pelas escolas e filhos de empregados.

Já são mais de 4 milhões de estudantes de 32 municípios beneficiadas pela iniciativa. Desde 2016, seguindo a diretriz da ArcelorMittal Mundial de priorizar a Educação STEAM (sigla em inglês para ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática), os melhores projetos são implementados pelas escolas e seus resultados servem de inspiração e exemplo para as novas turmas que ingressarão no ano seguinte.

Matéria anteriorEmpresa emite primeiro título verde para financiar navios movidos a metanol
Próxima matériaCom nova tecnologia é possível imprimir em braile em embalagens de papelão ondulado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × 1 =