Nova pesquisa de mercado sobre como a indústria trata seus resíduos sólidos foi divulgada recentemente pela Allonda, empresa de engenharia com foco em soluções sustentáveis. O levantamento foi realizado durante o mês de novembro e mais de 50 respondentes participaram, sendo 22 deles ocupantes de posições de liderança. O material completo está em um e-book, disponível no site da empresa.

Um dos destaques no resultado da pesquisa é o fato de mais de 88% dos empresários avaliarem a economia circular como muito importante para a indústria brasileira. O método é pautado na redução na geração de resíduos, ampliação do reaproveitamento e novos usos ao que é descartado pelas indústrias, trazendo ganhos ambientais e econômicos.

Canecas Personalizadas

No Brasil, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a cada ano, mais de R$ 8 bilhões de resíduos são destinados a aterros e lixões ao invés de alternativas mais sustentáveis, que tenham foco em economia circular. No entanto, a pesquisa da Allonda aponta que 58% dos respondentes disseram ter o planejamento desta meta para 2022. Uma melhora na comparação com 2020, quando apenas 42% afirmaram possuir metas para Aterro Zero.

“Um ponto muito relevante para um gerenciamento eficiente de resíduos nas organizações é justamente o seu planejamento. Importante ressaltar que, de 2020 para 2021, a discussão sobre novas políticas de sustentabilidade e reaproveitamento de resíduos esteve em alta. A pesquisa mostra um aumento de 10% p.p. na tratativa do gerenciamento de resíduos de forma estratégica, com destaque para os setores de infraestrutura e serviços”, conclui Leo Cesar Melo, CEO da Allonda.

 

Matéria anteriorMuseu da Energia de Salesópolis recebe exposição sobre o clima
Próxima matériaPesquisadores medem o carbono de manguezais na Amazônia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco × um =