Com fábricas vizinhas, nova fornecedora aposta em “transporte inovador aéreo de frascos” para evitar a emissão de 10 toneladas de CO2 ao ano

A Petronas Lubrificantes Brasil (PLB), responsável por atender às demandas de lubrificantes industriais e automotivos na América Latina, firmou parceria com a Logoplaste, empresa portuguesa, produtora de embalagens rígidas de plástico. A nova fornecedora já instalou a sua fábrica ao lado da Petronas, localizada em Contagem, Minas Gerais, e juntas possuem uma missão: produzir embalagens mais sustentáveis no Brasil.

A seleção do fornecedor de embalagens foi feita após um longo processo de concorrência, iniciado em 2019 e finalizado neste ano, em que a Logoplaste foi escolhida por apresentar a melhor solução técnica de embalagens. A nova parceria está alinhada com a estratégia da Petronas, na busca por alternativas mais sustentáveis, inovadoras e tecnológicas, proporcionando o máximo de qualidade para seus clientes e, ao mesmo tempo, com menos impacto ao meio ambiente.

Canecas Personalizadas

Uma novidade dessa parceria, impulsionada pela localização das instalações, em terrenos vizinhos, é a utilização do “Transportador Aéreo de Embalagens” – uma espécie de ponte, de 87 metros, onde as embalagens são transportadas diretamente de uma empresa para outra. Isso significa menos carretas circulando, representando a redução de 10,3 toneladas de emissões de CO2 ao ano.

O projeto traz uma nova tecnologia na produção das embalagens, a Multilayer, ou multicamadas, destinada a fornecer propriedades de barreira, resistência e estabilidade de armazenamento.

A tecnologia multicamadas ainda possibilita a utilização de plástico reciclável, contribuindo para o objetivo de sustentabilidade do projeto, que deve alcançar uma redução de consumo de 750 toneladas de plástico (resina) ao ano.

As novas embalagens aliam design, tornando-se ainda mais atuais, a uma qualidade superior e ganho de eficiência produtiva, ao otimizar inventário e processos em toda cadeia logística.

Para Adilson Tunes Mello, diretor de suprimentos américas, a parceria com a Logoplaste traz a expertise de uma fabricante global de embalagens com uma visão inovadora, além da quebra de paradigma, com a Logoplaste instalada ao lado da Petronas. “Temos a certeza que juntos vamos trazer as melhores soluções a temas relacionados à qualidade, custos e sustentabilidade, principais desafios deste novo projeto”, ressalta Adilson.

A Logoplaste irá produzir embalagens de 500ml, 1 litro, 4 litros e Bombona 20 litros. Um volume anual estimado em 52 milhões de frascos. O CEO da Logoplaste, Gerardo Chiaia, diz estar feliz com a parceria e que a união será positiva para o meio ambiente e para o controle das mudanças climáticas. “Comemoramos o início de uma parceria de longo prazo, que estabelecerá um novo padrão para a indústria de lubrificantes automotivos”, comenta Chiaia.

A fábrica será operada por 38 funcionários, parte deles realocada de outra operação da Logoplaste – Rio de Janeiro. Os produtos serão comercializados, principalmente no Brasil, mas também em outros países da América do Sul, como Bolívia, Argentina, Chile e Colômbia.

As primeiras embalagens, resultado dessa parceria, já estarão disponíveis para distribuidores e clientes Petronas a partir dos meses de julho e agosto. A parceria é uma evolução no mercado de embalagens, uma união de empresas que buscam não só a qualidade dos seus produtos, mas trabalham para ter um mundo mais sustentável, com a redução no consumo de plástico, emissões de gases e uso de matéria prima reciclada.

Compromisso com o meio ambiente

Desde 2018 a Petronas dedica 75% de todo o investimento global em pesquisa e desenvolvimento à Sustentabilidade.  Faz parte desta agenda o programa de logística reversa, que prevê o recolhimento de lubrificantes e embalagens usadas por meio do Instituto Jogue Limpo. Além disso, foi lançado recentemente o projeto #MaisQueFloresta, ação que conta com a parceria da Fundação SOS Mata Atlântica e prevê o reflorestamento de regiões afetadas pelo desmatamento. No Brasil, a empresa foi a primeira a produzir lubrificantes para veículos híbridos com tecnologia CoolTech, que ajuda a reduzir as emissões de CO2 e protege o meio ambiente. Essas e outras ações fazem parte do pacto da Petronas em se tornar uma empresa zero carbono até 2050.

 

 

Matéria anteriorAbree e Manaus assinam Termo de Cooperação para reciclagem de eletroeletrônicos e eletrodomésticos no estado
Próxima matériaUniformes usados são transformados em novas peças, o que dá novo ciclo para materiais antigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 − 19 =