Recicla PC: projeto inédito no Brasil da Intel com Circular Brain garante o descarte ambiental correto de eletrônicos antigos e disponibiliza desconto na compra de um novo PC

A Intel em parceria com a Circular Brain – empresa que desenvolve soluções para a economia circular, criaram uma plataforma on-line na qual o consumidor poderá realizar o descarte ambiental correto de seu computador antigo, ao mesmo tempo em que ganha descontos especiais na compra de um produto novo. Intitulado “Recicla PC”, o projeto está disponível no Brasil inteiro e, para conhecer, basta acessar: https://reciclapc.thinkcircular.com.br/.

Com o projeto, Intel e Circular Brain pretendem ajudar a aumentar cada vez mais a porcentagem de lixo eletrônico descartado corretamente, conforme afirma Giovana Gaiolli, gerente de Marketing da Intel Brasil: “Nosso objetivo com o projeto é educar o ecossistema para diminuir drasticamente o descarte incorreto de lixos eletrônicos. Além de educar para ter esse retorno sustentável, também oferecemos um incentivo para que o consumidor descarte o seu PC em desuso, através do desconto para a compra de um novo produto”, conta.

Canecas Personalizadas

Como funciona o projeto

O projeto consiste em um site onde o consumidor pode entrar e preencher um cadastro com informações pessoais e informações sobre o PC que ele possui e deseja descartar. Nessa primeira fase da ação, serão aceitos para descarte computadores desktop, notebooks e all in one (tudo em um) de qualquer marca, processador e configuração. A ideia é que, futuramente, outros itens eletrônicos também possam participar do programa.

Uma vez cadastrado o produto, o site retornará com o máximo de desconto já aplicado nas opções de produtos disponíveis para compra. “O valor do desconto será avaliado caso a caso a depender da qualidade da máquina. Mesmo que o PC descartado pelo consumidor esteja quebrado ou inativo, ele ainda será aproveitado pelo projeto, uma vez que a ideia é, justamente, aumentar a quantidade de descarte eletrônico correto”, explica Giovana.

Após realizar o cadastro, basta levar o PC antigo para um dos mais de 11.000 pontos de entrega do projeto espalhados pelo Brasil. Parte desses locais de entrega são os correios e coleta Kangu, estabelecimentos comerciais de bairro treinados e preparados para receber e entregar pacotes. Eles funcionam como hubs locais, que reduzem distâncias e permitem que as entregas e retiradas de mercadorias sejam feitas com veículos adequados aos bairros, com baixa ociosidade. Em contrapartida aos pontos, é oferecido um valor por encomenda, gerando renda extra para os comerciantes e maior fluxo de pessoas do bairro frequentando o seu estabelecimento.

Do ponto de vista ambiental, o sistema de pontos de retirada gera menos impacto ao reduzir a emissão de CO2 e número de veículos em rota, diminuindo os níveis de trânsito e poluição sonora relacionados ao transporte. As rotas inteligentes, somadas à concentração de entrega nos pontos, proporcionam menos viagens, portanto, menos carbono. Os motoristas também são beneficiados, pois o tempo em que eles permanecem em rota também diminui.

Quando a pessoa cadastrar seu CEP, aparecerão opções dos 5 lugares mais próximos do endereço para levar seu produto eletrônico, podendo ser estabelecimentos comerciais ou até mesmo correios.

A plataforma tecnológica Recicla PC garante que os computadores usados terão o destino ambientalmente correto, uma vez que serão destinados para recicladores normatizados. Estes recicladores farão o processo de recondicionamento e verificarão as possibilidades para conserto e revenda da máquina, reaproveitamento de peças do PC ou reciclagem dos itens.

A logística em território nacional e a possibilidade de rastreabilidade de todo o trajeto do produto colocam o projeto como um modelo inédito no Brasil. “Os principais diferenciais são estar o mais próximo possível do cliente e o processo de devolução ser simples como é em outras plataformas de comércio eletrônico. O projeto estará presente em todos os estados e municípios do país e reunirá as melhores opções de diferentes marcas e lojas”, conta Fernando Perfeito, CGO da Circular Brain.

A meta é que o programa ajude a atingir um volume de 20 mil equipamentos enviados para descarte correto no primeiro ano do site, que conta com grandes marcas e varejistas para disponibilizar produtos com descontos especiais para quem fizer a devolução de seu antigo. Entre as marcas apoiadas e presentes na plataforma, estão: Samsung, Avell e Fujioka.

O Brasil gerou mais de 2 milhões de toneladas de lixo eletrônico em 2019, ficando em 4° lugar no ranking mundial (hoje, ele é o 5° no ranking) e o primeiro da América Latina e, desse montante, 99% foi descartado incorretamente. Os números são de estudo da Global E-waste Statistics Partnership (GESP) divulgado em 2020, que ainda aponta que o descarte de lixo eletrônico cresceu 21% mundialmente, nos últimos cinco anos até 2019. Neste mesmo ano, 53,6 milhões de toneladas foram geradas, com 17,4% dos produtos descartados corretamente em instalações formais de gerenciamento ou reciclagem. Com isso, aproximadamente 15 milhões de toneladas de dióxido de carbono deixaram de ser lançadas ao meio ambiente.

Matéria anteriorBrasil recicla 98,7% das latas de alumínio do país e obtém o melhor índice da história, revela pesquisa
Próxima matériaNovo sistema de coleta de shopping de São Paulo promove a reutilização de quase 500 toneladas de resíduos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dez − 1 =