Empresa traz solução simples e eficiente para ajudar consumidores a encontrarem grande variedade de produtos sustentáveis

A atlantikos.com.br abre espaço para que grandes, médias e pequenas empresas disponibilizem seus produtos de forma simples e eficaz no ambiente digital. 

Vegetariano há três anos, o empreendedor Raphael Schaffer Carvalho, 26, transformou sua dor pessoal em um negócio inovador ao criar o primeiro marketplace do país que disponibiliza ao consumidor, em um único ambiente virtual, produtos diversificados dentro do segmento sustentável.

Canecas Personalizadas

Carvalho identificou uma lacuna no mercado de consumo on-line de produtos do segmento ao perceber que era necessário navegar por diversas plataformas para fechar uma compra com os itens desejados. 

Para Carvalho, “viver de forma sustentável vai muito além de adquirir alimentos, bebidas e produtos de limpeza ecologicamente corretos. É substituir toda e qualquer necessidade de consumo do dia a dia por produtos efetivamente naturais e ecológicos, até mesmo itens para o carro, por exemplo”. 

Segundo pesquisa realizada pelo IBOPE em 2018, 14% da população brasileira já se declarava vegetariana, representando mais de 30 milhões de pessoas, das quais cerca de 5 milhões já eram veganas.

Somente nas regiões metropolitanas do Brasil o público vegano e vegetariano cresceu 75% nos últimos seis anos. No mesmo período, o volume de buscas pela palavra “vegano” nas principais ferramentas de busca online aumentou em 1.300%.

Recentemente, o estudo “Crescimento do Consumo Sustentável Online”, conduzido pelo Mercado Livre, uma das principais empresas de tecnologia para e-commerce e serviços financeiros da América Latina, indicou um crescimento significativo de buscas e compras na seção de produtos sustentáveis. Entre junho de 2019 e maio de 2020, 2,5 milhões de usuários em toda a América Latina compraram produtos com proposta sustentável – só do Brasil, foram 1,4 milhões de consumidores.

“Nosso objetivo é ajudar todos os players do mercado com soluções simples e eficientes para que consumidores encontrem grande variedade de produtos sustentáveis, empresas ampliem ou iniciem sua jornada de vendas pelo meio digital, e contribuir com ONGs, como a Prato Verde, a partir de doações de parte de nosso faturamento bruto”.

Matéria anteriorProjetos sociais e educacionais em prol de pacientes de oncologia, onco-hematologia e urologia podem se inscrever em edital
Próxima matériaIdeias de projetos socioambientais são selecionados na Bahia, por meio de edital

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × um =