A ACE Cortex, frente da empresa que faz consultoria de inovação corporativa e alavanca grandes corporações – realizou um levantamento inédito de startups que desenvolvem soluções relacionadas à ESG (Environmental, Social and Governance) no Brasil. Para isso, a ACE dividiu as companhias por principal segmento de atuação como forma de facilitar a compreensão da atividade principal de cada uma: E (ambiental), S (social) e G (governança).

Com o levantamento, a empresa mapeou 343 startups com soluções relacionadas à ESG. Destas, 180 atuam principalmente no mercado de meio ambiente, 130 delas possuem negócios relacionados ao contexto de impacto social e 33 desenvolvem soluções de governança.

Canecas Personalizadas

Segundo o mapeamento, o ramo de startups que atuam no segmento de meio ambiente corresponde a mais de 52,4% daquelas com soluções em ESG – sendo a maior. Entre as startups com atuação principal no “braço E”, a ACE identificou duas verticais principais: gestão de energia (matrizes limpas, controle de emissão de carbono ou compra de créditos de carbono) e startups focadas em mobilidade elétrica/logística, como: gerenciamento de energia e recarga de veículos elétricos.

38% das startups mapeadas atuam, com destaque, no braço S. Entre as companhias de impacto social mapeadas predominam as edtechs, healthtechs e startups de cybersecurity. O setor de educação é, disparado, o mais aquecido, com mais de 44 edtechs (representando 12% das startups ESG brasileiras mapeadas e um terço das startups do braço social).

Já o setor que conta com o menor número de startups (menos de 10%) é o de soluções para governança das companhias. Algumas hipóteses da ACE é que o segmento é menos desenvolvido por questões regulatórias. Além disso, os temas governança, compliance e transparência corporativa ainda são observados como inerentes apenas às empresas listadas na bolsa ou multinacionais.

Em seu report, a ACE também identificou que 60% da base consultada de empreendedores e colaboradores de grandes empresas indica que suas companhias não possuem uma estratégia clara de ESG e 92% acredita que ESG vai impactar os negócios e as estratégias futuras das empresas.

No link é possível acessar a lista completa com todas as startups divididas por segmento de atuação e o report da ACE sobre ESG pode ser acessado aqui.

Matéria anteriorUnidown Instituto Social recebe doação de material para reforma
Próxima matériaEm parceria com a Treedom adtech espanhola planta 400 árvores para colaboradores e clientes 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 + dezesseis =