Além do grande volume de recolhimento do entulho, a empresa transforma o material em novos produtos, oferece rastreabilidade do resíduo e créditos em dinheiro aos participantes do processo

A Telite, fabricante de telhas plásticas com 100% de material reciclado, já retirou mais de 500 toneladas de resíduos plásticos do meio ambiente, por meio do seu programa de logística reversa. Para isso, investiu no desenvolvimento de um aplicativo, com base na tecnologia blockchain, que conecta consumidores, estabelecimentos comerciais, condomínios e indústria.

No app, que operou em caráter experimental por três meses e foi recentemente liberado oficialmente, os interessados efetuam o cadastro e solicitam o recolhimento do resíduo. Nesse curto espaço de tempo de operação do aplicativo, a Telite recebeu o cadastro de 158 condomínios, 3.568 residências e 54 indústrias de produtos diversos. “Somos um grande facilitador para todos, retiramos 500 toneladas por mês de resíduos, entre garrafas, plástico, papelão, metal e alumínio e nossa meta é elevar esse número para três mil toneladas de resíduos/mês, número que acredito chegaremos em breve, pois nossa aceitação no mercado superou nossas melhores expectativas, celebra o fundador da Telite, Leonardo Retto.

Canecas Personalizadas

Outra facilidade e também um grande diferencial do app da Telite é que ele gera créditos em dinheiro para os participantes. “É tudo feito de forma transparente e simples pelo aplicativo, o dinheiro cai diretamente na conta cadastrada, no tempo previsto, sem nenhum tipo de intermediário”, destaca Leonardo. Com a aceitação positiva do app, a meta da Telite é, em pouco tempo, ser reconhecida como a maior empresa privada de coleta seletiva do país.

Até o momento, por meio de empresas parceiras transformou 33 toneladas de papelão em outros produtos, como bobinas e caixas, e para dar o destino adequado ao material que recolhe, mas com o qual não trabalha diretamente, como garrafas, metal e alumínio, dentre outros, a Telite firmou parcerias e dá a esses itens os seguintes destinos/benefícios:

  • 42 toneladas de vidros e garrafas fornecidos a parceiros de reciclagem desses itens;
  • 60 toneladas de metal encaminhadas a siderúrgicas e transformados em novos produtos;
  • 50 toneladas de outros plásticos transformados em mourão plástico ou dormente.

Como um dos principais desafios da logística reversa e a informação clara do reaproveitamento do material, a Telite usa a tecnologia blockchain para acompanhamento e rastreamento dos resíduos coletados em todo o processo. Os materiais recebidos são fotografados e têm os dados inseridos na plataforma, que gera um QR Code, com ele é possível rastrear todo o processo de transformação do resíduo.

Matéria anteriorProjeto recolhe peças jeans sem uso e dá descarte correto ao material
Próxima matériaProjeto “Rios Sem Plástico” vai diagnosticar impacto do plástico na qualidade da água

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dez + 9 =