A novidade se decompõe totalmente no solo em média de quatro anos em condições de aterro, transformando o plástico em fertilizante natural  

A Camargo Embalagens apresenta seu Stand-up Pouch Biodegradável feito com filme de poliéster transparente e metalizado, laminado com filme de Polietilneno (PE) ou Polipropileno (PP) que, em condições de aterro, transforma o plástico em fertilizante natural. Além do Stand-up Pouch, a estrutura pode ser usada para outros formatos ou produzido em bobinas para envase na planta do cliente.

Por utilizar aditivo orgânico não tóxico, é aprovado pela Anvisa para contato direto com alimentos. Outra vantagem é com respeito à sustentabilidade, já que o filme se biodegrada em média de quatro anos.

Canecas Personalizadas

Por se tratar de um ativo natural e de fonte renováveis apresenta a ausência de resíduos sólidos em sua decomposição, o que facilita, inclusive, o controle de vida útil, já que sua degradação é realizada por oxidação e só é ativada quando o material é descartado no meio ambiente e sofre as ações das intempéries.

Vale ressaltar que sua maquinabilidade e barreira são iguais ao filme comum, e não exige mudanças nos processos de produção.

A Camargo vem ampliando o portfólio de soluções sustentáveis, já que recentemente também lançou o seu primeiro Stand-up Pouch Compostável feito com uma estrutura laminada de materiais com base de polpa de celulose e biomassa orgânica de cana-de-açúcar, mandioca e milho.

Como ressalta o diretor da Camargo Embalagens, Felipe Toledo, ambas as novidades vêm como um complemento para atender novos mercados e formatos com soluções mais amigáveis ao meio ambiente. “A companhia tem como princípio a busca frequente por soluções inovadoras, disruptivas e que, ao mesmo tempo, ofereçam resistência, beleza e segurança sem abrir mão do apelo sustentável. constante pelo menor impacto possível aos recursos naturais e, por essa razão, oferece mais uma opção aos seus clientes, com as novas embalagens em substituição ao plástico convencional”, conclui.

 

Matéria anteriorClientes da indústria naval estão dispostos a pagar mais por frete neutro em carbono, diz estudo do BCG
Próxima matériaGrande Prêmio de Fórmula 1 de São Paulo fecha parceria para tratar resíduos orgânicos da corrida

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × um =