Alphaz Concept e Biomassa do Brasil celebram parceria e certificado de excelência com a presença de Cleo e Leandro D’Lucca em Mostra Casa Saudável, dia 27, em São Paulo

Dia 27 de outubro, quarta-feira, 19 horas, a Biomassa do Brasil, empresa que assina soluções inovadoras e sustentáveis para o setor da construção civil, desde 2011 no mercado, realiza um coquetel na Mostra Casa Saudável, em São Paulo, para celebrar a parceria com a construtora Alphaz Concept e apresentar o Healthy Building Certificate (HBC), um novo produto.

“Somos uma startup que nasceu com o viés da inovação, trazendo para o mercado da construção civil produtos sustentáveis e saudáveis provando que que produtos sustentáveis não precisam ser mais caros que os outros tradicionais do mercado”, disse Ricardo Strafacci, sócio e fundador da Biomassa do Brasil.

Canecas Personalizadas

A Mostra Casa Saudável (Av. Pedroso de Morais, 2188, em Pinheiros) tem 17 ambientes e envolve mais de 30 profissionais e apresenta 170 fornecedores “saudáveis” que cobrem todas as áreas do dia a dia de uma residência com o foco no bem-estar de quem vive no local.

Strafacci destacou que aproveitou esses quase dois anos de pandemia para investir na obtenção do Healthy Building Certificate, que atesta que a empresa tem produtos que criam e mantêm construções que melhoram a saúde e o bem-estar de quem usa esses espaços. “Esse selo para os produtos garante que os materiais utilizados na edificação não prejudicam a saúde dos que os manipulam na construção, nem de quem vai ocupar aquele espaço, o consumidor final. É a sustentabilidade que leva à “saudabilidade”, afirmou criando um neologismo.

Luigi Scianni Romano, sócio-fundador da Incorporadora Alphaz Concept, comemora a parceria. A incorporadora brasileira é referência por executar projetos assinados de arquitetura com responsabilidade ecológica.  “A parceria com a Biomassa do Brasil vem complementar os diferenciais que sempre fizemos questão de trazer para todos os nossos empreendimentos, onde a sustentabilidade não é apenas uma bandeira, mas nosso compromisso número um”, afirma.

“Queremos mostrar que a construção que está sendo feita com a Alphaz, no Condomínio Sagittarius, em Barra Grande, na Bahia, foi pensada de fato para a saúde e bem-estar de quem vai ocupar aquela casa”, diz Strafacci, que ainda citou que união entre as duas empresas possibilitará, por exemplo, que os ambientes não possuam contaminantes, que podem afetar às vias respiratórias das pessoas que estarão ali por lazer ou para morar. “Existem produtos no mercado com contaminantes cancerígenos inclusive”. Nossos produtos passaram pelo crivo do HBC e ficou demonstrado que eles não contêm esses contaminantes. Agora, temos a grande oportunidade de colocar produtos sustentáveis e saudáveis em obras que têm responsabilidade ecológica como as da Alphaz Concept”, destacou.

A Alphaz Concept possui embaixadores engajados com a causa ambiental, como a atriz Cleo, que estará presente no coquetel, ao lado do marido Leandro D’Lucca, sócio-diretor da incorporadora. A empresa segue as mais modernas tendências de construções ecologicamente viáveis, práticas de custo otimizado e acima de tudo um produto de alto valor agregado que gera rentabilidade para os proprietários. Os empreendimentos são equipados com soluções sustentáveis como painéis solares fotovoltaicos, sistemas biodigestores para tratamento de esgoto, captadores de água da chuva, compostagem orgânica e lixeiras para coleta seletiva e, agora, passarão a ter os produtos da Biomassa do Brasil.

O criador da Biomassa do Brasil revelou que em dez anos de empresa foram lançados dez produtos diferentes e nesse momento de comemorações e conquistas vai colocar dois novos no mercado: o “Cimento Queimado Saudável” e a “Massa de Revestimento Saudável”. “O cimento estará à disposição em cores diferentes e a massa corrida, um tipo de gesso sustentável e saudável para as pessoas. É um apelo do mercado que estamos atendendo nesse momento. Antes nossa linha de produtos ficava sempre atrás de alguma coisa por não serem de acabamento, não apareciam, não eram vistos. Agora com o cimento queimado, você pode tocar e ver ele ali. Isso faz toda a diferença”.

Ele explicou ainda que a produção do cimento comum é muito poluente. Para cada tonelada são emitidos na atmosfera 900 quilos de gás carbônico e o processo é responsável pelo consumo de 3% da energia elétrica de todo o planeta. “A nossa Biomassa para Assentamento de Blocos não tem cimento na sua composição e utilizamos água de reuso. É uma economia no custo da obra de até 30%”, declarou, lembrando que a empresa brasileira exporta seus produtos para os Emirados Árabes, Bolívia e Paraguai.

Um problema que também aflige quem adquire um imóvel é proliferação de fungos, bactérias e algas. “Nossos produtos contêm compostos naturais que evitam qualquer tipo de proliferação. É mais um cuidado que sempre tivemos”, finalizou.

 

Matéria anteriorCom uso de embalagens feitas com fibras certificadas e rastreáveis, laboratório conquista créditos de reciclagem
Próxima matériaEstudo revela que o desmatamento da Floresta Amazônica é uma preocupação mundial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

nove + 17 =