Início Notícias Cafú é embaixador de projeto esportivo-educacional

Cafú é embaixador de projeto esportivo-educacional

Idealizado em parceria com a UEFA Foundation For Children e a streetfootballworld, iniciativa utiliza a força do futebol para unir comunidades e impulsionar mudanças positivas por meio do esporte

A iniciativa global da LAY’S® RePlay no Brasil tem como objetivo incentivar a prática de esportes e gerar impacto positivo em comunidades em situação de vulnerabilidade socioeconômica ao redor do mundo por meio do poder do futebol.  No projeto, feito em parceria com a UEFA Foundation e a streetfootballworld, a marca reutilizou pacotes de salgadinhos vazios na construção de um campo de futebol sustentável, em Santana do Parnaíba, município de São Paulo, e a inauguração contou com a presença de um grande ídolo do futebol brasileiro: o jogador Cafu.

LAY’S® RePlay vai muito além da entrega de campos de futebol nas comunidades. O projeto oferece programas esportivo-educacionais para promover impacto social de longo prazo. Por isso, as atividades viabilizadas pela iniciativa contam com a expertise de parceiros – streetfootballworld (global), love.fútbol (local) e Fundação EPROCAD (local) – e utilizam o poder positivo da atividade física e do futebol para tratar de questões sociais que afetam, principalmente, as comunidades locais.

Canecas Personalizadas

“Este é um projeto que faz todo o sentido para LAY’S®, pois concretiza o propósito global da marca de proporcionar alegria e reunir pessoas por meio do esporte. Cultivamos uma relação de longa data com a comunidade do futebol por nossa parceria com a Liga dos Campeões da UEFA, tanto masculina quanto feminina. LAY’S® RePlay fortalece não só esses laços, como o nosso propósito ao impactar positivamente pessoas em situação de vulnerabilidade. Temos muita satisfação em realizar uma iniciativa que transformará histórias de vida”, declara Pedro Goldfarb, diretor de marketing da Pepsico Brasil.

A escolha de Cafu para representar LAY’S® RePlay no Brasil não foi à toa. Conhecido por sua história de superação dentro e fora das quadras, Cafu é fonte de inspiração para diferentes gerações e exemplo de como o esporte pode transformar vidas.

“Tive que lutar muito dentro e fora de campo para ser reconhecido em todo o mundo como um jogador talentoso. O futebol me ensinou a celebrar as vitórias, mas também me deu forças para enfrentar os obstáculos da vida. O esporte é, sem dúvida, um meio para promover mudanças sociais e, por isso, a relevância de projetos como este liderado pela marca LAY’S®. É esse espírito que quero transmitir aos jovens que participarão das atividades e tenho orgulho em dar o pontapé inicial desta partida”, afirma Cafu.

O programa é elaborado e avaliado em quatro principais frentes: criação de um sentimento de pertencimento, aumento do engajamento, promoção da segurança e acesso ao esporte. No Brasil, especificamente, será direcionado a jovens entre 13 e 17 anos e proporcionará desenvolvimento social, emocional e físico por meio de sessões de futebol com a metodologia Football3. Desenvolvido pela streetfootballworld, o método visa fomentar a inclusão social e promover habilidades essenciais para a vida, tais como trabalho em equipe e fair play. Ao menos 100 jovens devem ser beneficiados pela iniciativa nos próximos 12 meses.

“Já somos parte atuante da vasta rede internacional da streetfootballworld e estamos muito felizes por sermos o parceiro estratégico da LAY’S® RePlay no Brasil. Estamos entusiasmados para entrar em campo e oferecer aos jovens uma nova maneira de experimentar o futebol, mais colaborativa e solidária. Mas a nossa atuação extrapola as fronteiras da quadra na medida em que oferecemos um ambiente seguro, atividades direcionadas e monitoramento do desempenho escolar. Olhamos para o jovem de maneira holística para colher resultados verdadeiramente transformadores. Esse é o nosso verdadeiro gol!”, afirma Paula Ghirardello, diretora-presidente da Fundação EPROCAD.

 

Matéria anteriorProjeto para coleta seletiva de garrafas PET é lançado em Fortaleza e no Recife
Próxima matériaTurismo sustentável: alternativa para quem quer diminuir seu impacto no meio ambiente e evitar aglomerações no final de ano

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × quatro =