Com o recurso, organização levará 638,6 toneladas de alimentos, além de colaborar para a distribuição de água à famílias em situação de vulnerabilidade nos estados de Alagoas, Pernambuco e Ceará

Google.org, braço filantrópico do Google, doou R﹩ 5,2 milhões para a Amigos do Bem, organização sem fins lucrativos com atuação social no Nordeste do Brasil há 27 anos. Com o recurso, a ONG vai distribuir 42.575 cestas básicas a 8,5 mil famílias durante cinco meses em 140 povoados nos estados de Alagoas, Pernambuco e Ceará.

Canecas Personalizadas

Além do alimento, por meio de um caminhão pipa, 50 povoados duramente impactados pela seca serão abastecidos com 3,8 milhões de litros de água potável ao longo de um ano. O objetivo é oferecer suporte às famílias do Sertão brasileiro, promovendo melhora na condição de vida e reduzindo a fome e a incidência de doenças, especialmente a Covid-19.

Como resultado direto da pandemia COVID-19, 19 milhões de pessoas vivem com fome no Brasil, segundo recente pesquisa nacional desenvolvida pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberana e Segurança Alimentar (PENSSAN). Desse total, 7,7 milhões de pessoas vivem no Nordeste do país, onde Amigos do Bem concentra a atuação.

A insegurança alimentar atinge mais de 70% da população local na região mais desigual do país. A pesquisa conclui que a fome voltou aos níveis drásticos comuns no início dos anos 2000, e constata, empiricamente, que, no Sertão brasileiro, a fome e a miséria não atingiam este grau de intensidade há mais de uma década. A grave realidade levou o Amigos do Bem a lançar um plano de ação emergencial para combater os efeitos do COVID-19 na região. Em 2020, mais de 1 milhão de pessoas em 300 povoados foram apoiadas, com cerca de 3 milhões de quilos de alimentos.

Além da epidemia de fome, a insegurança hídrica atingiu 40,2% do total de domicílios do Nordeste do Brasil, percentual quase 3 vezes superior ao do restante do país. Segundo pesquisa da Divisão Sanitária Nacional, o total de domicílios rurais com pessoas passando fome dobra quando não há disponibilidade de água para a manutenção dos cultivos de subsistência. Nas regiões onde a Amigos do Bem atua, 98% das comunidades relatam secas ao longo do ano e as condições climáticas agravam as condições de fome.

“O momento crítico pelo qual estamos passando demanda solidariedade com a população mais vulnerável. Desde o início da pandemia, o Google tem buscado formas de apoiar o trabalho de organizações como a Amigos do Bem, que ajudam os brasileiros a atravessar a atual crise e atender necessidades fundamentais como ter comida na mesa”, diz Fabio Coelho, presidente do Google Brasil.

“A situação de fome se agravou muito no sertão. A doação do Google chegou como esperança no momento mais difícil da história do nosso projeto e de milhares de pessoas do sertão nordestino, onde está o maior foco de pobreza do nosso País. Com essa ajuda, conseguiremos levar alimentos, água e oportunidades para quem mais precisa”, diz Alcione Albanesi, fundadora e presidente da Amigos do Bem.

Apoio ao Brasil

Além da doação à Amigos do Bem, o Google anuncia R﹩ 78 milhões em créditos de anúncios a serem utilizados por autoridades de saúde como a Organização Mundial da Saúde (OMS) para divulgação de informações essenciais por meio de campanhas durante a pandemia, como a importância da vacinação contra a COVID-19.

A doação para a Amigos do Bem se soma aos R﹩ 5,5 milhões doados pelo Google.org em abril à Gerando Falcões para fornecer alimentos e produtos de higiene pessoal a sete mil famílias em situação de vulnerabilidade nas regiões Norte e Nordeste do país. Funcionários do Google no mundo todo ajudaram a dar ainda mais impacto a essa iniciativa por meio de doações individuais, que já totalizaram R 2 milhões. Esse valor será complementado em igual proporção pelo Google, como parte das nossas campanhas permanentes de doação em apoio a organizações que trabalham com comunidades marginalizadas ou de alto risco.

Somadas aos R﹩ 65 milhões já destinados pela empresa a diversas iniciativas desde o começo da pandemia, as contribuições do Google chegam a quase R 150 milhões voltados para projetos focados em reduzir os impactos da COVID-19 no Brasil.

Matéria anteriorRede de postos firma parceria com o Instituto Identidades do Brasil e implementa Selo “Sim à Igualdade Racial”
Próxima matériaParceira vai ampliar rede de recarga de veículos de propulsão elétrica 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × quatro =