Pensando em transformar vidas por meio da geração de trabalho e renda na região, o Instituto Riachuelo evidencia e valoriza a confecção nacional 

A Riachuelo lança o Instituto Riachuelo, que irá concentrar as iniciativas da marca no âmbito socioeconômico. O Instituto inicia as atividades com apoio e integração a projetos especiais, impactando cerca de 150 pequenos e médios empreendedores e mais de quatro mil pessoas no sertão nordestino. Entre as iniciativas está a capacitação de mais integrantes do Pró-Sertão, que já gerou cerca de cinco mil empregos diretos, beneficiando indiretamente aproximadamente 50 mil pessoas, e direcionado também principalmente aos projetos que envolvem a região interiorana do Rio do Grande Norte.

Canecas Personalizadas

Diante das histórias e raízes já estabelecidas na região Nordeste do país, o Instituto Riachuelo promoverá o desenvolvimento econômico e social na região do sertão, principalmente, no estado do Rio Grande do Norte, que é o berço da companhia, onde tudo começou com o empresário e fundador Nevaldo Rocha.

“Para o meu avô era importante ver a evolução da cadeia produtiva no dia a dia e enxergar oportunidades de geração de emprego. Nós identificamos uma porta aberta para resgatar esses valores e fortalecer cada vez mais a produção nacional. Por isso, nos dedicamos a estudar mais a fundo a região, que é a nossa casa, para ajudar de maneira efetiva em diferentes ações que gerem trabalho e renda”, afirma Marcella Kanner, diretora de comunicação do Instituto.

Inicialmente a organização está estruturada para atender cinco principais pilares: oficinas de costuras, capacitando mais pessoas para atuarem no programa Pró-Sertão; bordado do sertão de Caicó; o artesanato potiguar em peças de cerâmica; e a circularidade das peças na cadeia produtiva por meio de doações e iniciativas que possam ressignificar resíduos têxteis, contribuindo para o desenvolvimento de uma economia criativa e mais sustentável. Além disso, o Instituto também atua com o algodão agroecológico, que tem crescente procura de empresas que desejam trabalhar com matérias-primas mais sustentáveis. “Queremos evidenciar a produção nacional desde a base até o consumidor final. Por isso, escolhemos estes pilares prioritários para ser a formação-base do Instituto”, completa Marcella.

Oficinas de costuras | Pró-Sertão

Atualmente são mais de 70 oficinas de costuras que atendem o Grupo Guararapes, controladora das lojas Riachuelo, e três mil e setecentas pessoas empregadas diretamente pelo Pró-Sertão, programa estadual de incentivo à geração de empregos no semiárido do Rio Grande do Norte.

Agora, o Instituto Riachuelo somará ao auxílio já realizado pela marca em apoio a esses empreendedores para ensinar a sistematizar operações, instruindo tanto no processo produtivo, gestão de pessoas e gestão financeira.

“Queremos desenvolver a região e preparar esses empreendedores para que o Rio Grande do Norte e o sertão se tornem um polo têxtil de referência para todo o país e mundo a fora. Nossa missão é fazer o trabalho deles ser visto e reconhecido, além de ajudar para que eles possam caminhar com as próprias pernas e vender para o Brasil inteiro”, afirma a executiva.

Bordado do sertão do Caicó

As técnicas do bordado do sertão do Caicó, tão tradicionais na região nordeste, já existem há mais de cem anos. E, agora, ganham o cuidado do Instituto que irá ajudar e garantir a preservação deste trabalho manual que é um patrimônio da cultura brasileira. Além disso, o Instituto irá auxiliar no nivelamento de qualidade dos produtos, incentivar grupos a fabricar novas peças que atendam as demandas do mercado têxtil, apoiar na operação e logística das peças.

Artesanato em cerâmica

O artesanato das peças de cerâmica, altamente conhecido na região do sertão, também ganhará destaque na atuação do Instituto. O projeto ajudará a aproximar artesãos de potenciais compradores, além de auxiliar na produção e divulgação das peças.

Orientando pelo propósito de usar a moda como ferramenta de transformação de vidas, o Instituto Riachuelo vem para somar estas iniciativas e dar voz a responsabilidade social da marca, alinhando seus projetos no Rio Grande do Norte. Conheça mais sobre o Instituto no site: https://www.riachuelo.com.br/instituto-riachuelo

Matéria anteriorTijolos ecológicos surgem como alternativa mais barata e sustentável para a construção civil
Próxima matériaEinstein assina compromisso para reduzir em 50% emissões de gases de efeito estufa até 2030 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 − 5 =