Pelo terceiro ano juntas, a Trigg e Assobio incentivam a doação de cashback para o reflorestamento. A cada R$ 25 doados, em forma de cashback, uma muda é plantada

Para garantir que a Terra seja um planeta ambientalmente mais sustentável, é essencial que algumas atitudes sejam alteradas e novas medidas sejam seguidas por cada um de seus habitantes. Pensando nisso, a Trigg, primeira fintech a trazer o Cashback para o Brasil, intensificou suas campanhas que incentivam seus clientes a doarem cashback para o plantio de árvores.

Assim que iniciar o período de chuva, serão plantadas mudas de árvores, que vão ajudar na retirada de cerca de 481 toneladas de CO2 (gases que intensificam o efeito estufa) da atmosfera.

Canecas Personalizadas

A Trigg e a Assobio, empresa que desenvolve projetos de reflorestamento e inclusão socioambiental, farão o plantio na cidade de Botucatu, São Paulo, em duas Áreas de Preservação Permanente (APPs), o Sítio Despertar e o Sítio Cipriano. A região chamada “Baixada Serrana”, é considerada uma zona de recarga do Aquífero Guarani, a maior reserva de água subterrânea da América Latina. Os arenitos Botucatu e Piramboia ‘funcionam’ como filtro quando ocorre a recarga da água proveniente da chuva, mas a degradação do solo pode tornar esses pontos vulneráveis. Nesse sentido, o plantio das mudas será feito em áreas de cursos d’água, ajudando na restauração do solo, essenciais para a preservação dos mesmos.

Todos os anos a Trigg colabora com um projeto de empreendedorismo social e incentiva seus clientes a unirem esforços como forma de apoiar ideias que mudam o mundo. Quanto mais o cliente usa o cartão, mais cashback ele acumula. E isso pode virar uma árvore. A cada R$ 25,00 doados em caskback, uma muda é plantada. Tal iniciativa torna a Trigg a única fintech a dar oportunidade para seus clientes doarem cashback para causas socioambientais.

“Grande parte do nosso público é jovem e essa nova geração busca se relacionar com marcas que estejam alinhadas com seus propósitos de vida, entre eles, a preocupação socioambiental. Está na nossa essência estarmos conectados às causas que fazem do nosso mundo um lugar melhor para todos, um planeta mais verdinho! Estimulamos o uso do crédito consciente, que gera cashback e que pode ser usado pelo cliente, tanto para melhorar sua vida financeira, quanto para ser doado e gerar impacto positivo ao meio ambiente”, comenta Juliana Almeida, head de marketing, vendas e produtos da Trigg.

Segundo a ONG SOS Mata Atlântica, entre 2019 e 2020, o desmatamento da Mata Atlântica ultrapassou 400% em São Paulo e no Espírito Santo, e mais do que dobrou no Rio de Janeiro e em Mato Grosso do Sul. Hoje restam apenas 12,4% de sua vegetação original. A situação atual contrapõe-se a importantes referências internacionais que apontam esse bioma como uma das prioridades mundiais para a restauração florestal. Mais do que isso, sua proteção e seu reflorestamento são fundamentais para a garantia de serviços ecossistêmicos em uma região que abriga 70% da população brasileira e responde por 80% da economia nacional.

As mudas são de espécies da Mata Atlântica e de transição para o Cerrado. De acordo com Geysa Borini, sócia fundadora da Assobio, o impacto de uma muda vai muito além de uma árvore plantada. “Depois que a floresta se restabelece, também é possível fazer retiradas de diversas sementes para novos plantios, além do trabalho dos diversos animais que espalham as sementes por onde passam”, explica.

Para doar, os clientes só precisam escolher a opção “Ajudar a natureza” no app da Trigg e inserir o valor de cashback que desejam dar para o projeto.

 

Matéria anteriorEmpresa de implementos alcança aterro zero em suas unidades fabris
Próxima matériaInstituto Totós da Teté lança manual gratuito para combater abandono de cães

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × cinco =