As unidades fora da matriz sul-coreana têm a meta de converter 50% do uso de eletricidade em energia renovável nos próximos quatro anos

Como parte da estratégia de sustentabilidade da LG Electronics, a companhia anunciou o compromisso de concluir a transição de energia renovável em todas as suas operações até 2050. O anúncio foi realizado durante o recém-lançado Relatório de Sustentabilidade  e reitera a meta de atingir a neutralidade de carbono até 2030. Anteriormente, a iniciativa Carbono Zero 2030 da empresa previa uma redução de 50% até 2030 nas emissões de carbono em fase de produção, considerando como base os níveis de 2017.

A transição será implementada região a região, com início na América do Norte, onde em um ano todos os escritórios e unidades fabris usarão energia renovável. As fábricas da LG fora da matriz sul-coreana já têm em seus planos converter 50% do uso de eletricidade em energia renovável nos próximos quatro anos.

Canecas Personalizadas

A conquista desse objetivo em nível mundial prevê uma atuação em várias frentes, como instalação de painéis solares LG de alta eficiência em seus prédios, contratos de compra de energia que permitam às empresas adquirir eletricidade direto de fornecedores, uso de certificados de Crédito de Energia Renovável (REC, na sigla em inglês) e participação no programa Green Premium na Coreia do Sul, país de origem da LG, para comprar energia limpa direto da Korea Electric Power Corporation (KEPCO).

Atualmente, a LG vem instalando módulos solares com capacidade de 3,2 MW em uma fábrica em Noida, Índia, onde a energia gerada alimentará ainda o escritório. O projeto será expandido como parte do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), permitindo que a LG obtenha certificados de redução de carbono da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, na sigla em inglês). 

“Nosso compromisso em criar uma vida melhor para todos terá um impacto mais significativo com a transição da empresa em energias renováveis e a conquista da neutralidade de carbono”, afirma o vice-presidente sênior da divisão de segurança e meio ambiente da LG Electronics, Park Pyung-gu. O executivo destaca que a inovação não acontece apenas no laboratório, mas também nas fábricas e unidades administrativas da empresa. “Os fabricantes hoje estão tendo a rara oportunidade de proporcionar à próxima geração um mundo que vale a pena herdar e, na LG, levamos essa responsabilidade muito a sério”, completa.

Matéria anteriorParceria vai promover soluções de combate às mudanças climáticas
Próxima matériaBrasil inaugura tecnologia inédita de reciclagem de lixo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

9 + dezenove =