Projeto da Riachuelo reúne atributos como, redução de CO2, economia de recursos e o uso de energias limpas, medidas já utilizadas pela companhia e que buscam sustentabilidade em todos os processos. A nova loja será modelo para inaugurações, a partir do próximo ano

A Riachuelo inaugurou dia 19, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, nova loja modelo com atributos mais sustentáveis. Intitulada como a “Loja do Amanhã”, a Riachuelo Jacarepaguá é a 13ª loja com adoção de forro técnico, que auxilia na redução da reverberação acústica, e uso de tintas à base d’água com menos emissão de poluentes, compostos orgânicos voláteis e com elementos que remetem à biofilia.

Focada em garantir uma redução de água, o projeto faz uso de bacias com caixa acoplada e uso de temporizadores nos mictórios e torneiras, que garante 40% a menos de consumo.

Canecas Personalizadas

Para a iluminação, a companhia fez uso de tecnologia LED que fornece uma redução de até 60% de energia, além de resultar na maior qualidade do ambiente, promove saúde e bem-estar aos colaboradores e clientes. Outro recurso utilizado é o ar-condicionado com volume refrigerante variável e um sistema de alta tecnologia e alta eficiência energética, que utiliza gás ecológico e pode permitir uma redução no consumo de energia entre 20% e 30% em relação ao sistema de equipamentos convencionais.

A loja também possui recursos 100% proveniente de fontes renováveis, visando menor impacto ambiental, garantido por meio da aquisição do Mercado Livre de Energia. Em 2020, 48% do consumo total de energia da empresa foi proveniente de fontes renováveis, por meio da aquisição de energia incentivada no Mercado Livre de Energia. Além disso, a fábrica de Fortaleza também é abastecida com 100% de energia incentivada e todas as unidades do Grupo Guararapes usam energia contratada, sendo ela proveniente, especialmente, de hidroelétricas, ou incentivada, vinda de Pequenas Centrais Hidroelétricas (PCH), Biomassa, Eólica e Solar.

A loja Jacarepaguá nasce junto com o projeto CRIA! movimento da Riachuelo para mais do que ser sustentável, democratizar a sustentabilidade. Ele será responsável por ser o guarda-chuva que envolverá todas as iniciativas da marca dentro do pilar de responsabilidade socioeconômica de toda a cadeia produtiva. Além deste marco, a nova loja é uma evolução do trabalho da companhia iniciado em 2015, com a loja Ipanema. De lá para cá, buscamos um espaço projetado para reduzir ao máximo o impacto no meio ambiente, uma iniciativa que carrega a essência do propósito da marca e faz parte da estratégia de negócio da Riachuelo”, completa Elio Silva, diretor executivo de Canais e Marketing da Riachuelo.

Matéria anteriorResultados da Pesquisa Vida Saudável e Sustentável 2021 serão apresentados em webinar
Próxima matériaMaior produtora e exportadora de papéis é a primeira empresa do Brasil a conquistar três certificações FSC® simultâneas por Serviços Ecossistêmicos em Santa Catarina

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

7 − 3 =