• No período, Grupo estruturou a Vice-Presidência de ESG
  • Inventário de Gases de Efeito Estufa apresentou compensação de 100% das emissões, tornando o GNDI uma empresa “Carbono Neutro”

O Grupo NotreDame Intermédica (GNDI), maior operadora de saúde do Brasil, lança a nova edição do seu Relatório de Sustentabilidade, oferecendo informações para seus diferentes públicos sobre os resultados e iniciativas da empresa na gestão de seus aspectos ambientais, sociais e de governança (ESG).

Elaborado anualmente e sendo este o segundo ano de publicação do relatório, o documento foi desenvolvido de acordo com as diretrizes da GRI (Global Reporting Initiative) Standards, abrangendo o período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2020. O crescimento da empresa, decorrente das aquisições em 2020, ampliou o escopo das unidades abrangidas em relação à publicação de 2019, tendo também a Matriz de Materialidade ajustada considerando o contexto atual do setor devido à pandemia de Covid-19.

Canecas Personalizadas

O principal objetivo da publicação é ampliar a prática de mensuração e divulgação dos impactos das atividades do GNDI. Desta forma, a Companhia também reafirma o compromisso em crescer por meio de um relacionamento direto e transparente com seus clientes, colaboradores, fornecedores e acionistas, entre outros stakeholders.

Entre os destaques obtidos no período, o Grupo apresenta, mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia, um crescimento sustentado do negócio em todas os temas materiais.

Além disso, os temas da publicação estão relacionados aos aspectos GRI relatados pelos representantes das principais categorias de stakeholders e as principais iniciativas do Grupo nos âmbitos ESG, que orientam a divisão dos capítulos.

Ao todo são 11 temas, com três categorias novas: Crescimento das operações (novo); Ética e governança corporativa responsável; Geração e descarte de resíduos; Eficiência no uso de água e energia; Desenvolvimento profissional de médicos e colaboradores; Promoção da saúde e prevenção da doença; Acesso aos serviços de saúde (novo); Atendimento humanizado e de qualidade; Bem-estar, saúde e segurança de colaboradores; Valorização e retenção de talentos e Inovação e pesquisa em saúde (novo).

Estruturação da Vice-Presidência ESG

O GNDI possui uma governança forte e estruturada com diversos comitês de gestão com decisão colegiada e, agora, possui sua divisão nos aspectos de Compliance, de integridade da cadeia de fornecedores, Código de Ética e medidas anticorrupção e Auditoria Interna com total independência.

Com a estruturação da Vice-Presidência ESG, em setembro de 2020, o Grupo buscou agregar outras frentes, tais como uma estrutura mais robusta para gestão de riscos, e também de privacidade e proteção de dados pessoais conforme previstos na Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD.

“A criação da Vice-Presidência ESG é um dos sinais claros de avanço do GNDI em relação à sustentabilidade com ações de engajamento por parte de todos os seus colaboradores, que recebem a valorização de uma empresa que aposta na diversidade, igualdade de gênero e inclusão inequívoca com respeito as questões raciais e das minorias LGBTQI+”, comenta Anderlei Gerhardt Buzelli, vice-presidente da área.

GNDI se tornou “carbono neutro” e criou projeto de compostagem

Atenta às questões de ESG, a equipe de Sustentabilidade do GNDI também teve desempenho notável: com o escopo do Inventário de Gases de Efeito Estufa, verificação por auditoria de terceira parte e compensação de 100% das emissões, o GNDI se tornou “Carbono Neutro”.

O Sistema Climas, adquirido em 2020 para a gestão dos indicadores de sustentabilidade, aprimorou o controle de emissões da Companhia e admitiu a coleta de dados que permitiram a mitigação das emissões em cada um dos seus escopos e, consequentemente, sua respectiva compensação.

Paralelamente, a Companhia deu início a um projeto de compostagem em suas Unidades hospitalares, transformando resíduos orgânicos em adubo. O projeto teve início em seis hospitais e, em 2021, será implantado nos demais localizados no estado de São Paulo.

Com 73% dos hospitais com iluminação LED, o GNDI também conseguiu gerar uma redução de 48% do consumo de energia. Atualmente, sete dos hospitais da Rede Própria possuem Follow Energy (monitoramento em tempo real do consumo de energia) e, no Hospital e Maternidade Salvalus, em São Paulo (SP), teve início um projeto de automação e inteligência das centrais de energia elétrica que deve gerar uma economia de cerca 10% no consumo da Unidade.

Criação do Instituto de Ensino e Pesquisa

Recém-criado, o Instituto de Ensino e Pesquisa do GNDI, localizado na Capital paulista, segue o compromisso do Grupo com a produção científica dentro das normas éticas e da promoção da educação de profissionais da saúde, considerando as normas regulamentares.

Para 2022, com a criação do Instituto, o Grupo tem o objetivo de desenvolver um programa de residência médica, além de, também, desenvolver projetos próprios de inovação e pesquisa, participando de estudos e parcerias em colaboração com agentes da Indústria Farmacêutica, como os multicêntricos.

Enfrentamento à pandemia

O enfrentamento à pandemia exigiu agilidade e profissionalismo de todos os colaboradores, com a criação de um comitê multidisciplinar para demandas internas e externas, assim como delimitação de fluxos e metodologias de trabalho para assegurar o bem-estar de colaboradores e beneficiários. Em tempo recorde, o GNDI foi capaz de mobilizar seus profissionais em toda a rede para a implantação de novos protocolos e treinamentos específicos para a Covid-19.

Entre eles, destaca-se a garantia de fornecimento de EPIs (equipamentos de proteção individual) a todos os colaboradores; fluxos e protocolos específicos para as UTIs destinadas ao tratamento da doença; e o programa Conte Comigo, que consiste em oferecer suporte jurídico, psicológico e financeiro aos colaboradores afastados por suspeita ou confirmação do coronavírus. Logo no início da pandemia, os profissionais dentro do grupo de risco da doença também foram realocados para o trabalho remoto.

Certificação de Great Place to Work e Lugares Incríveis Para Trabalhar

Em 2020, o esforço contínuo do time de gestão de pessoas do GNDI obteve dois importantes reconhecimentos: os certificados do Great Place to Work (GPTW), consultoria conceituada na publicação de rankings, e da Fundação Instituto Administração (FIA) e Portal UOL, responsáveis pelo Lugares Incríveis Para Trabalhar. Em ambos, o critério principal foi a percepção dos colaboradores das empresas participantes.

E a equipe do GNDI também aumentou expressivamente no período: o número de colaboradores próprios (22.403) cresceu 54% em relação a 2019, e o de terceiros (16.228) subiu 38%. Em 2020, 81% do quadro do GNDI era composto por mulheres. A Companhia passou a possuir 22 Unidades assistenciais com Acreditação ONA, obtida graças ao desenvolvimento permanente de melhorias nos serviços de saúde.

Além disso, foram dedicadas mais de 7,4 milhões de horas em treinamentos em políticas e/ou procedimentos.

“Talvez o ano mais desafiador de toda a nossa geração”, diz Presidente do GNDI

Para Irlau Machado Filho, presidente do Grupo NotreDame Intermédica, o ano de 2020 ficará marcado pelas ações emergenciais tomadas diante da pandemia da Covid-19, um trabalho que permanece diário para assegurar o bem-estar dos beneficiários.

“Este, talvez, tenha sido o ano mais desafiador para toda a nossa geração”, pondera. “E ainda estamos travando essa batalha. Eu olho para o futuro com otimismo, porque aprendemos muito com essa crise sanitária. Para nós, do GNDI, vislumbro um futuro promissor: somos quase 23 mil colaboradores com espírito de equipe, uma empresa que sabe se antecipar e reagir de forma dinâmica. Isso nos dá vantagem competitiva, de controle e força para continuar com nossa estratégia de crescimento”.

A produção do Relatório de Sustentabilidade 2020 foi orientada por diretores e teve a participação de colaboradores de diferentes áreas, além de consultorias especializadas no assunto. Para a realização do relatório, toda a equipe de sustentabilidade do GNDI buscou analisar indicadores, sempre considerando os resultados do processo, além de compreender a relação da Companhia nos impactos por meio das operações da empresa ou por meio das suas relações comerciais, com foco na excelência em gestão do atendimento, acolhimento e segurança do paciente.

Outros destaques do relatório:

  • 11 transações de M&A;
  • Avaliação máxima de desempenho pela ANS;
  • + de 550 mil atendimentos por Telemedicina realizados;
  • Implantação do Projeto de Compostagem em Unidades do GNDI;
  • Inventário de Gases de Efeito Estufa contemplando todas as Unidades, verificação por auditoria de terceira parte e compensação de 100% das emissões tornando o GNDI “Carbono Neutro”
  • 22 Unidades assistenciais com Acreditação ONA
  • 22.403 colaboradores próprios e 16.228 terceiros integravam nossa força de trabalho ao fim de 2020, respectivamente 54% e 38% acima do quadro de 2019.
  • 81% de mulheres integravam nosso quadro de colaboradores em 2020, superando em 1% o índice de 2019.
Matéria anteriorIniciativa, com apoio do Itaú Unibanco e das prefeituras, é lançada para uso de bikes nos drive-thrus e no deslocamento aos postos de vacinação
Próxima matériaTecnologia é peça chave para Henkel impulsionar a sustentabilidade em toda a sua cadeia de suprimentos global

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

12 − 4 =