Ela pode reduzir o custo da conta de luz em até 95%; além disso, tem rápida instalação, conta com ótimos financiamentos e painéis que duram 30 anos

 

Canecas Personalizadas

A conta de luz é responsável por quantos porcento de um orçamento familiar? E de um pequeno comércio? Pode ser 10% ou 30%, não importa. Para Túlio Fonseca, sócio-fundador da Energy Brasil, a maior franquia de energia solar do país, esse é um custo fixo, mas que poderia se tornar em um investimento pessoal ou empresarial caso famílias e comerciantes utilizassem um sistema de energia solar.

“A energia solar traz liberdade energética. Ela diminui o custo em até 95% da conta de luz, liberando uma parte do orçamento para que as pessoas invistam em seus sonhos”.

Fonseca fala com propriedade sobre este assunto. Em quase três anos de Energy Brasil, a empresa já instalou milhares de painéis fotovoltaicos em todo Brasil. Aliás, por falar em Brasil, somos privilegiados nesse sentido. As regiões localizadas na zona tropical do planeta são consideradas de alto potencial de produção de energia solar. O Brasil possui cerca de 90% da sua área total nessa região, o que coloca o país em posição de destaque em relação à potencialidade de aproveitamento do modal fotovoltaico.

“Não importa onde a pessoa more, no Norte ou no Sul do Brasil: os painéis solares funcionam perfeitamente, gerando energia para casas ou comércio”, completa.

Por conta disso, de novas tecnologias, custo-benefício e facilidades para adquirir tal sistema, o Brasil vem ampliando sua capacidade instalada. Hoje, segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o país ocupa a 9ª posição no ranking mundial de energia solar fotovoltaica, gerando mais de 4.5 mil MV.

 

Como funciona?

O sistema de energia solar é montado por empresas especializadas, por exemplo, as franquias da Energy Brasil. O primeiro passo é calcular o consumo de eletricidade do local, com base na conta de luz, para orçar o melhor modelo fotovoltaico.

Em geral, utiliza-se o modelo on grid, em que a rede elétrica é ligada à concessionária de energia. Nesse caso, o excesso produzido é redirecionado à rede elétrica central, que se transforma em um bônus com prazo de cinco anos para ser utilizado.

Já o off grid não tem conexão com a concessionária e o abastecimento noturno é garantido pela energia armazenada nas baterias.

“A produção de painéis solares evoluiu. Hoje as placas são feitas para durarem 30 anos, tendo uma manutenção simples e barata”, explica Fonseca. Além disso, os custos para a produção de energia solar têm caído globalmente. Segundo estudo publicado pela Agência Internacional para as Energia Renováveis (IRENA), o preço por kW instalado solar é 74% menor hoje em comparação com 2010.

 

Rápida instalação

Marcelo Macri, sócio-diretor da Energy Brasil explica que a instalação dos painéis solares, em residências ou comércios, é rápida. “Em média 30 dias entre a compra a instalação. E acrescenta. “Os sistemas não fazem barulho e são 100% confiáveis”.

O investimento parte de R$ 10mil para residências (inclusos instalação e os equipamentos) e o retorno é calculado entre quatro e seis anos. “Hoje temos ótimos financiamentos específicos para a energia solar”, pondera.

Macri ainda destaca: “além de diminuir o custo da conta de energia, esse tipo de energia não emite poluentes, é de fácil instalação e ainda agrega valor na venda do imóvel”.

De acordo com a Agência Internacional de Energia (IEA), em seu relatório World Energy Outlook 2020, a energia solar é a forma mais barata de gerar eletricidade no mundo. “Trata-se do futuro da energia no planeta”, destaca o sócio-diretor.

Com a expansão do uso deste modal de energia, prevê-se uma economia de mais de R$ 170 bilhões até 2050, devido à redução de uso das termelétricas, à não-emissão de poluentes e à redução das perdas elétricas na cadeia de transmissão.

 

Matéria anteriorShopping transforma sobras da praça de alimentação em adubo
Próxima matériaMarca apresenta novo café desenvolvido em região revitalizada na Nicarágua

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três × dois =