A foodtech Liv Up lançou recentemente novas opções em seu Mercado Online de alimentos frescos e orgânicos direto do campo como alternativa para quem quer comer melhor

No Brasil, o uso de agrotóxicos na produção agrícola se tornou comum para eliminar insetos ou pragas nas plantações. Em 2019, um projeto de Lei atualizou a legislação dos agrotóxicos ao propor uma série de mudanças para afrouxar as regras sobre o uso, controle, registro e fiscalização dessas substâncias químicas. Ao mesmo tempo, esse movimento parece ter chamado a atenção das pessoas à preocupação sobre a origem dos alimentos que colocam no prato e ter fomentado um crescimento na busca por alimentos orgânicos e naturais. Considerando os malefícios que os agrotóxicos trazem para a saúde e meio ambiente, a Liv Up, foodtech de alimentação saudável, lembra que é importante também saber que certas frutas e legumes sofrem maior contaminação por esses pesticidas e por isso tem ampliado a sua oferta de soluções saudáveis, práticas e que geraram impacto em toda a cadeia, por meio da ampliação de alimentos orgânicos oferecidos em seu Mercado Online e quitanda com foco em levar opções naturais e livres de pesticidas para quem busca comer e viver melhor.

Canecas Personalizadas

O uso de agrotóxicos é tão desvantajoso para o produtor, que fica em contato direto com a plantação, quanto para os consumidores, colocando a saúde de todos em risco, submetidos ao desenvolvimento de doenças graves como problemas nos rins, no fígado, ou até mesmo câncer, assim como afirma o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Por isso, para além do cuidado na seleção dos alimentos e a higienização de produtos frescos, a melhor alternativa, e que tem crescido e ganhado atenção dos consumidores nos últimos tempos, é a substituição dos alimentos convencionais pelos naturais e orgânicos.

Conhecidos por não utilizar venenos e adubos químicos em sua produção, para serem considerados alimentos orgânicos e darem uma garantia na origem, outras condições são exigidas por lei. De forma simplificada, além de serem produzidos para diminuir os impactos ao meio ambiente, aos recursos naturais e as espécies de animais e plantas locais; também são preocupados em não degradar o solo e fontes de água; respeitam os direitos dos trabalhadores envolvidos em sua produção e não contam com o cultivo de transgênicos e nem com a utilização de agrotóxicos ou outras substâncias sintéticas, como hormônios, drogas veterinárias, adubos ou antibióticos, sendo avaliados e certificados por órgãos reguladores do governo.

O acesso aos orgânicos nem sempre é fácil e rápido, e para isso, a foodtech Liv Up oficializou recentemente a sua categoria de Mercado Online que oferece itens frescos e de qualidade, provenientes das mesmas famílias de agricultores orgânicos que fornecem os insumos para sua cozinha, mas que chegam direto do campo ao prato de cada consumidor,. Confira abaixo os alimentos classificados pela Agência Brasileira de Vigilância Sanitária (Anvisa) com maior presença de agrotóxicos, e que podem ser encontrados em sua versão orgânica e livre de agrotóxicos no app da Liv Up:

Pimentão vermelho orgânico – R$6,90

Pimentão verde orgânico – R$4,90

Goiaba orgânica – R$9,90

Cenoura orgânica – R$5,50

Tomate italiano orgânico – R$6,90

Mix higienizados de alfaces verdes orgânicas – R$9,50

Beterraba orgânica – R$5,90

Laranja bahia orgânica – R$7,50

Laranja lima orgânica – R$7,50

Laranja rubi orgânica – R$6,90

Mini abacaxi orgânico – R$10,90

Matéria anterior“Solidariedade que transforma” arrecada alimentos e artigos de higiene pessoal em Jundiaí
Próxima matériaIndústria promove evento sobre economia circular

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × 5 =