Em sua terceira edição, o movimento promoveu uma série de ações para conscientizar o público contra o desperdício de alimentos e contou com a participação do ator Marcos Palmeira

Em abril, a terceira edição brasileira do movimento Stop Food Waste Day, ação do grupo GRSA|Compass – responsável por servir mais de um milhão de refeições por dia no paísmobilizou celebridades, público em geral e empresas para a importância de um consumo alimentar consciente. O Movimento conseguiu arrecadar mais de 16 toneladas de alimentos para serem distribuídos entre as ONGs Amor Horizontal e Banco de Alimentos. A iniciativa também promoveu ações nas redes sociais e realizou no último dia 28/4, quarta-feira, o dia “D” da campanha com a transmissão da live “Festival Consumo Consciente: semeando bons hábitos”.

Canecas Personalizadas

Para o presidente da GRSA|Compass, Fernando Calamita, o movimento é importante por ampliar a conscientização da luta contra o desperdício. “É preciso entender a quantidade de pessoas que passam fome no mundo, mais de 700 milhões, em comparação com o número de alimentos que são produzidos e não aproveitados, 1/3 da produção”, ressalta Calamita.

No Brasil, a organização do SFWD promoveu o projeto “Juntos contra o Desperdício”. Por meio da iniciativa, uma série de atividades foram destinadas a todos os stakeholders e público em geral. Nas redes sociais, os seguidores participaram de desafios para realizarem postagens acompanhadas das hashtags do movimento. Assim, a ação estimulou a divulgação de centenas de imagens de despensas organizadas, pratos sem desperdício de comida, após as refeições, e fotos de textos com cardápios semanais.

O movimento SFWD é uma iniciativa do grupo GRSA|Compass e foi criado em 2017 nos Estados Unidos. O objetivo principal é educar e promover mudança de comportamento em relação à epidemia de desperdício de alimentos que assola o planeta. A iniciativa aconteceu simultaneamente em 30 países como Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, França, Alemanha, Espanha, Turquia, Japão e Austrália. No Brasil, o SFWD está na terceira edição (em 2020 não foi realizado devido ao início da pandemia do coronavírus) e possui o apoio de mais 12 empresas no país. Segundo dados da ONU, o Brasil é o décimo país que mais desperdiça alimentos no mundo.

Arrecadação de Alimentos

Um dos pontos importantes do projeto foi a arrecadação de alimentos para as ONGs Amor Horizontal e Banco de Alimentos. Cerca de 16 toneladas foram doadas pelos Fornecedores e Centros de distribuição da GRSA, importantes parceiros do movimento.

Para a presidente da ONG Banco de Alimentos, Luciana Chinaglia, a ação é muito importante devido ao cenário de crise do coronavírus. “Antes da pandemia, havia 57 milhões de pessoas vivendo em insegurança alimentar no país; hoje são 116 milhões de pessoas, sendo que 19 milhões passam fome. Essas pessoas vivem de doações e as doações caíram muito”, ressalta Luciana. Opinião compartilhada pela presidente da ONG Amor Horizontal, Carol Celico, que destaca a relevância de ações como essa para reduzir o impacto da fome no Brasil. “Eu me sinto privilegiada em poder fazer essa parceria e entregar toneladas de alimentos. A fome não espera. É preciso da ajuda de grandes empresas para impulsionar a cultura de doação no Brasil”, ressalta a gestora.

Festival Consumo Consciente: Semeando Bons Hábitos

O Festival Consumo Consciente: Semeando Bons Hábitos foi realizado pela primeira vez de forma virtual devido à pandemia do coronavírus. Em 2020, a edição do festival foi suspensa em razão do início da crise sanitária mundial. Para a coordenadora de comunicação da GRSA, Sara Dalsin, o evento online ressaltou o grande interesse das pessoas pelo tema. “Em 2019, tivemos um grande sucesso de público presencial e agora, em 2021, também conseguimos reunir centenas de espectadores”, diz Sara. O evento contou com participação do ator e ambientalista Marcos Palmeira no painel ‘Semeando Bons Hábitos: empresas sustentáveis – o que você quer levar para dentro da sua casa para sua família”. Debates sobre temas como consumo consciente, economia circular e sugestões de ações para o combate ao desperdício de alimentos integraram a programação.

Os momentos de maior engajamento foram as oficinas com dicas de preparo e condicionamento dos alimentos. A chef e nutricionista Carina Muller realizou a primeira apresentação do tema. A especialista ensinou a comprar alimentos de maneira correta e eficiente para mantê-los em despensas e geladeiras. O chef Renato Caleffi ministrou uma aula sobre a otimização do aproveitamento dos alimentos. O tema “Como fazer receitas criativas sem desperdiçar nenhum alimento” foi o foco da chef, criadora do N.O.S Escola, Anna Elisa. Já as irmãs herboristas proprietárias da empresa Sabor da Fazenda, Sabrina e Silvia Jeha, explicaram como é possível fazer uma horta em casa.

Os grupos Sax in the Beats, Kick Bucket e a orquestra de Paraisópolis realizaram apresentações durante a live. Outra atração do evento online foram as entrevistas com a chef Mônica Faria e com o maestro da Orquestra de Paraisópolis, Paulo Rydlewski.

O evento contou com o apoio das empresas IFCO, Mãe Terra Unilever, Pink Farm, Mr. Veggy, Espaço Quitandeiras, Awaí Superfoods, Greenpeople e B.Live.

A live segue disponível no canal do festival no YouTube.

Ebook

Está disponível para download, desde o início de abril, o e-book de receitas do Stop Food Waste Day. Até o momento quase 400 pessoas baixaram o livro de receitas pelo site  http://www.stopfoodwasteday.com.br . O material reúne dicas de como fazer pratos com foco no aproveitamento total de alimentos comuns na mesa do brasileiro, como a banana, abóbora e a couve-flor.

Matéria anteriorFaculdade e Consultoria firmam parceria para promover desenvolvimento local em Sorocaba
Próxima matériaAbril registra recorde de desmatamento, com 58 mil hectares destruídos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 + 18 =