Relatório de Viagens Sustentáveis da Booking.com revelou que o turista brasileiro quer impactar positivamente comunidades dos destinos que visita em suas próximas viagens

Devido à pandemia do coronavírus, passamos mais tempo em casa do que estávamos acostumados, e o período nos fez refletir sobre o que mais gostamos nas experiências de viagem, com muitos viajantes percebendo que as culturas locais têm um papel essencial nisso. No mundo todo, as comunidades se uniram como nunca antes, e o Relatório de Viagens Sustentáveis da Booking.com mostra que as pessoas estarão mais conscientes quando forem conhecer outros locais além da própria comunidade.

De acordo com o levantamento, os brasileiros são a segunda nacionalidade dentre os 30 países pesquisados que mais querem ver o dinheiro gasto em suas viagens voltando para a comunidade local (81%), atrás apenas dos tailandeses. E 92% dos viajantes do país dizem que farão atividades/visitarão pontos turísticos para garantir que o impacto econômico de sua viagem seja distribuído igualmente por todos os níveis da sociedade – seja por meio de compras em pequenas lojas independentes ou pela participação em experiências autênticas representativas da cultura local. Entre os viajantes mais comprometidos com essa ideia estão os brasileiros (85%), italianos (84%) e espanhóis (82%). Esse é um bom indicador de que, quando for seguro viajar novamente, as pessoas pensarão em como suas viagens podem ter um efeito regenerativo de longo prazo para ajudar as comunidades locais.

Canecas Personalizadas

Além disso, a pesquisa mostrou que muitas pessoas desejam ter uma compreensão mais profunda da cultura dos seus destinos de viagem, assim como ajudar as comunidades locais a se reerguerem. É o caso de 76% dos viajantes brasileiros, por exemplo, que dizem que estão determinados a ter experiências genuínas e que reflitam a cultura local na sua próxima viagem. Isso se traduz em jantares em restaurantes autênticos ou na participação em atividades organizadas pelas comunidades.

Inclusive, 78% dos entrevistados do país revelaram que o impacto da pandemia do Coronavírus os encorajou a fazer viagens mais sustentáveis no futuro. E para 94%, aumentar a compreensão cultural e a preservação do patrimônio cultural é um aspecto importante das viagens sustentáveis.

Iniciativas sustentáveis de viagem que têm como base a comunidade não são novidade. Já há empresas de todos os tamanhos trabalhando nesse setor, e a Booking.com está procurando maneiras de integrar mais dessas opções em seus anúncios. Além disso, a empresa já apoia e oferece mentoria a iniciativas desse tipo, como startups e organizações do mundo todo, cujo foco é conectar viajantes com experiências locais autênticas que beneficiem as comunidades dos destinos. 

Matéria anteriorDesafio de inovação seleciona pesquisadores para discutir o futuro da mobilidade urbana no Brasil
Próxima matériaProdutora divulga Relatório Anual de Sustentabilidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

13 − 11 =