Economista Sergio Margulis aborda o desastre ambiental pela ótica econômica em livro para ser baixado gratuitamente

Conta do clima é três vezes maior que a da pandemia, afirma autor

Canecas Personalizadas

Junho, mês em que se comemora o dia mundial do meio ambiente (último dia 5), é momento de fazer as contas e amargar um prejuízo: o mundo já está perdendo dinheiro com a mudança climática, um rombo que recai sobre setores tão diversos como agricultura, energia e saúde, com impacto ainda mais pesado em regiões como a da América Latina. É o alerta do livro Mudanças do clima – tudo o que você queria e não queria saber, de Sergio Margulis, que tem distribuição gratuita no site mudancasdoclima.com.br. A obra é editada pela Fundação Konrad Adenauer, em parceria com o Instituto Clima e Sociedade.

Hoje o prejuízo da mudança climática é três vezes o prejuízo que a economia tem com a pandemia do novo coronavírus. Não é à toa que, em meio à pandemia do novo coronavírus, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, convocou chefes de 40 países para discutir mudança climática. Os EUA querem liderar a questão, que é chave para o desenvolvimento econômico mundial“, afirma o autor.

Com atuação como economista de meio ambiente do Banco Mundial, onde trabalhou por duas décadas, Margulis apresenta uma abordagem didática do desastre ambiental pelo ponto de vista econômico, baseado nos dados mais recentes sobre o aquecimento global. “O objetivo é massificar o assunto para chegar a todas as classes socioeconômicas. Às lideranças empresariais e governamentais para que tomem medidas que não sejam ‘para inglês ver’ e à população para que tome consciência e reivindique”, declara.

O texto discute quem são os responsáveis pela mudança climática, incluindo setores econômicos e classes de renda, geração e consumo de energia, o consumo como causa subjacente; negociações globais; adaptação e pobreza; redução de emissões e o papel do Brasil no contexto mundial, incluindo o controle do desmatamento, entre outros tópicos que abrangem das causas à solução.

Matéria anteriorNa Semana Mundial dos Oceanos, marca de bebidas é a primeira a se tornar neutra em resíduos plásticos em escala global
Próxima matériaEntenda o que é economia verde

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

vinte − 11 =