Todas as doações realizadas são dobradas pela Tembici e revertidas em planos mensais gratuitos para beneficiários da Voz das Comunidades, no RJ, e CUFA PE

Canecas Personalizadas

Em novembro do ano passado, a Tembici, líder em tecnologia para micromobilidade na América Latina, criou o “Doe 1 Viagem”, uma corrente do bem que convida os usuários dos sistemas de bikes compartilhadas da empresa a doarem uma viagem para pessoas em situação de vulnerabilidade social, com o objetivo de fomentar e democratizar o uso das bicicletas como meio de transporte. O projeto teve início em parceria com a CUFA PE (Central Única das Favelas de Pernambuco) e o retorno tem sido tão positivo que a empresa também fechou parceria com a Voz das Comunidades, no Rio de Janeiro, com o objetivo de atender ainda mais pessoas e contribuir com os seus deslocamentos.

No comparativo entre dezembro de 2020 e março deste ano, a empresa identificou um crescimento de mais de 400% nas doações, superando a marca de mais de 5 mil viagens doadas. Os planos gratuitos para os beneficiados estão sendo disponibilizados desde novembro do ano passado e a maior parte das viagens doadas foram realizadas em dias de semana, comprovando o uso do modal como meio de transporte, em um cenário onde a cada 100 brasileiros ocupados, apenas 14 fazem home office (Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea).

“A utilização da bicicleta cresceu expressivamente nos últimos anos e passou a fazer parte da rotina de muitas pessoas. Mais de 54% dos nossos usuários utilizam a bike no trajeto de ida e volta para o trabalho e até mesmo como meio de geração de renda, no caso dos cicloentregadores. Além disso, em uma pesquisa que realizamos no primeiro semestre do ano passado, mais de 87% dos respondentes afirmaram optar pela bike como prevenção à Covid-19. Facilitar o acesso à bicicleta para cada vez mais pessoas  é uma forma efetiva de contribuirmos com a mobilidade urbana que realmente acreditamos”, declara Carolina Rivas, diretora de relacionamento da Tembici.

Conteúdo educativo 

Como parte do projeto e da missão de formar novos ciclistas, junto ao cartão de utilização gratuita das bicicletas, todos os beneficiários também recebem um material educativo com orientações e dicas de segurança ao pedalar, realizado em parceria com a Ameciclo,  Associação Metropolitana de Ciclistas do Recife, e a La Ursa Tours, primeiro bike tour regular do Recife e o primeiro do Brasil a operar com bicicletas compartilhadas em seus roteiros.

“Na região Metropolitana do Recife, mais de 852 mil pessoas vivem em favelas e dependem do transporte público para locomoção. Acreditamos que o projeto ‘Doe 1 Viagem’, além de oferecer oportunidade às pessoas com um transporte gratuito, também melhora a qualidade de vida e contribui para o distanciamento social durante a pandemia”, comenta Altamiza Melo, Coordenadora da CUFA Pernambuco.

Para Joel Figueiredo, um dos primeiros beneficiários do  Doe 1 Viagem, o projeto tem papel fundamental, com um destaque ainda maior durante a pandemia. “Ter acesso a essa opção de transporte de forma gratuita é muito importante para a questão econômica, social e ambiental e vai transformar a vida de muitas pessoas que precisam se deslocar do trabalho até a residência, por exemplo, e não tem condições financeiras. Na favela a maior parte das pessoas precisa continuar saindo de casa, o home office não é uma realidade por aqui. Eu utilizo a bike diariamente e me sinto mais seguro conseguindo manter o distanciamento necessário diante do cenário que estamos vivendo”, conta.

Como contribuir 

As doações podem ser realizadas de duas formas:

  • Acessando a página do projeto por este link.
  • Por meio de uma mensagem que os usuários recebem pelo aplicativo do Bike Itaú ao encerrarem uma corrida.

O valor da viagem doada é de R$3,40, equivalente ao valor atual de uma viagem avulsa.

Higienização e cuidados

Alinhado às orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), que recomenda a bicicleta como principal modal de transporte neste período de pandemia, a Tembici reforçou a higienização de todas as bikes e estações. Além da limpeza diária com álcool 70%, ainda no centro de operações da empresa, todas as bikes são lavadas com cloro diluído em água. Mesmo com a limpeza recorrente, a Tembici reforça que os usuários também apliquem álcool em gel 70% nas mãos antes e depois de utilizar as bicicletas, além de fazer uso de máscara.

Matéria anteriorCooperativa de produtores de açaí expande área certificada de manejo sustentável no Amapá 
Próxima matériaCervejaria é premiada por incentivar a agricultura regional

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × 5 =