Realizada pela Solos, com patrocínio da Braskem e apoio da Prefeitura, iniciativa promoveu experiência sustentável para turistas e moradores na região do Comércio, em Salvador

A estação sustentável instalada na Praça Cayru, no Comércio, no mês de dezembro, arrecadou 16,6 toneladas de materiais recicláveis, que foram direcionados para a cooperativa de reciclagem do Subúrbio Ferroviário, a Cooperguary, e gerou quase 30 mil reais em renda para 30 famíliasBraskem Recicla foi realizada pela startup Solos, com patrocínio da Braskem e apoio da Prefeitura de Salvador. No local, moradores e turistas puderam participar de uma experiência sustentável e descartar corretamente seus resíduos recicláveis.

A iniciativa, que completou a terceira edição, teve como destaque a interatividade do público que pode participar de um jogo de perguntas e respostas sobre sustentabilidade e também com a exposição sobre aplicações inovadoras do plástico, como os produtos com embalagens I’m green, feitas a partir da cana de açúcar, matéria-prima 100% renovável.

Canecas Personalizadas

“O Braskem recicla nasceu no contexto de pandemia em 2020 como uma alternativa para o descarte responsável e seguro. No cenário atual, temos a oportunidade de também de promover ações de educação ambiental, que envolvam e estimulem a população a refletir sobre economia circular, conhecendo melhor as possibilidades de consumo e pós-consumo”, comenta Saville Alves, cofundadora da Solos.

A estação, que foi montada em frente a um dos principais cartões postais de Salvador, o Mercado Modelo, recebeu os mais diversos tipos de resíduos de turistas e moradores, como plásticos, papel, papelão, óleo de cozinha, eletrônicos, eletrodomésticos, metais e vidro.

Além disso, a iniciativa contou com um sistema de coleta porta a porta, nos estabelecimentos comerciais e residenciais, por meio de caminhões, cedidos pela parceira Limpurb, e do triciclo, pilotado por uma cooperada.

“Toda a equipe envolvida está de parabéns, estamos juntos para transformar o modo de pensar da população de Salvador, pois a coleta seletiva deve estar em nossas vidas todos os dias”, celebra Edmundo Goes, presidente da Cooperaguary, que está há três edições como participante da iniciativa.

Matéria anteriorPodcast traz reflexões sobre como construir uma sociedade mais justa e sustentável
Próxima matériaEmpresas passam a contar com certificação global de sustentabilidade no transporte rodoviário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

sete − 3 =